quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Devassa On Stage e a venda casada.


   Leitor reclama de prática ilegal:

No último dia 17, compareci à casa de shows Devassa On Stage, em Florianópolos, para prestigiar a última apresentação do projeto Gigantes do Samba. O show foi excelente, à altura da carreira de ambas as bandas, o que ficou por baixo foi uma conhecida prática da casa.

Os que conhecem a casa noturna, já sabem que ela pratica venda casada, proibindo os clientes, inclusive de levarem água para dentro da casa. Lá cobram um valor que chega a ser pornográfico de tão absurdo: R$ 10,00 por uma garrafa pequena de água. Isso ocorreu comigo em ocasião do show do Guns N Roses, que ocorreu no primeiro semestre do ano passado.

Atualmente uma nova prática, pelo menos nova para mim, me deixou realmente indignado: Agora ao comprar uma cerveja, nos obrigam a comprar, pelo menos, um copo de plástico da marca Devassa, dizendo que o mesmo poderá ser devolvido e o dinheiro restituído ao final do show.

Quem conhece a casa, sabe que no fim de grandes apresentações, sair do estacionamento é uma tarefa que exige o máximo da paciência e o que resta de energia dos clientes, que chegam a ficar mais de uma hora esperando para sair.

Eu imagino que eles sabem que uma quantidade muito grande de pessoas irá desitir de devolver o copo de levá-lo pra casa, por que os R$ 5,00 pagos pelo copo parecem ser pequenos se comparados ao montante gasto na noite. Na minha opinião, com certeza a casa conta com essa atitude.

Algumas pessoas podem até estar acostumadas a essa leviandade mas, eu fico imaginando até onde podem chegar com esses abusos sem que nada seja feito para pará-los.

Na minha humilde reflexição, a casa além de vulgarizar os direitos do consumidor, contribui muito para a ausência de grandes apresentações na cidade, pois afujenta o público que poderia e ter uma experiência mais gratificante, com pena apenas de não ter ido lá mais vezes.

Johnathan Cardoso

3 comentários:

Anônimo disse...

Quem mandou frequentar esse Lixo?

Zilda Carloni disse...

Verdadeiro descaso c o público. Festa p quem joga dinheiro pelo ralo. Indignada também

Anônimo disse...

Tenta pegar um táxi comum nesta casa. Você só vai achar carros particulares, contratados pelo próprio estabelecimento para fazer ILEGALMENTE o serviço de táxi, sem taximetro, cobrando o preço que bem entender. Os táxis comuns ficam lá fora, sem local definido. O cidadão sempre paga o pato. Cadê os órgãos fiscalizadores?????????????