segunda-feira, 6 de abril de 2015

Dilma faz "negócio da China" com Petrobrás

   Ao arrepio da Constituição brasileira, a presidente Dilma (PT), autorizou a Petrobras a fazer um papagaio de US$ 3,5 bilhões com o banco estatal Chinês.


   A trama bilionária, sob suspeição, feita pelo governo, foi anunciada publicamente na segunda-feira:  
   "A Petrobras informou nesta quarta-feira (1º) que assinou com o Banco de Desenvolvimento daChina (CDB) contrato de financiamento de US$ 3,5 bilhões, recursos que devem trazer algum alívio para empresa, que agora tem mais dificuldades de captar recursos por conta da crise decorrente do escândalo de corrupção.

   O governo atropelou a Constituição, que diz:

   Segundo o Art. 52, §V, da Constituição da República Federativa do Brasil, compete ao Senado Federal: autorizar operações externas de naturesa financeiras, de interesse da União, dos Estados, do Distrito Federal, dos Territórios e dos Municípios. 

   Parece que o governo petista quebrou a Petrobrás e reduziu seu valor de mercado para fazer um "negócio da China".


Nenhum comentário: