segunda-feira, 27 de abril de 2015

Do amigo Emanuel

Voltei de Porto Alegre há dois dias.
Realizei um tratamento muito bom.
Continuarei o mesmo em Brasília e Salvador - onde quero passa uma temporada para relaxar e rever o mar, que tanto amo.
Precisarei fazer aplicações mensais (durante toda a vida, como fosse portador de doença crônica) - uma forma de quimioterapia através de injeções.

Para quem estava praticamente desenganado, é uma vitória.
A corrente de orações foi muito grande.
Agradeço a todos que oraram por mim e que pensaram neste escriba com ternura e simpatia.
A médica pediu que eu diminuísse o ritmo, mesmo de textos.

Não deixarei de escrever para um blog que tanto amo (como outros), mas precisarei diminuir o ritmo - bastante. Mas conta sempre comigo.
Lembro de um comandante que pediu a seus guerreiros: Procurem não morrer na primeira batalha.
Tenho tentado isso durante toda a minha vida.

E como dizia Machado de Assis, alguma coisa sempre escapa ao naufrágio das ilusões.

E lembro do nosso conterrâneo e querido amigo, já "encantado", Lindolfo Bell: "Menor do que meu sonho não posso ser".

NÃO SEREMOS.

PELA VIDA!

Fraternal e grande abraço do Emanuel Medeiros Vieira.

Nenhum comentário: