quarta-feira, 6 de maio de 2015

Dário Berger e a maldição do 24


    NUMEROLOGIA
   Sem medo da patrulha que vê homofobia em tudo, Dário Berger (PMDB-SC) pediu ao Senado mudança do número do seu gabinete, alterando-o de 24 (velho número do veado, no jogo do bicho), para 26. (Cláudio Humberto).

   Comenta-se nos corredores da Câmara Municipal que o vereador Thiaguinho, homossexual assumido, estaria pensando em apresentar denúncia ao Conselho Nacional da Diversidade contra o senador por prática de homofobia.

   Outro comentário, esse ouvido pelas bandas do Senadinho, é de que o senador peemedebista estaria sobe forte efeito de um boa-noite-cinderela, quando fez tão despropositado requerimento.

Um comentário:

Anônimo disse...

Qualquer semelhança é mera coincidência...