quarta-feira, 8 de julho de 2015

Biruta de Aeroporto


   Quem assiste às sessões da Câmara de Vereadores de Florianópolis não tem como não reparar na “performance” do vereador Renato Geske, do PSD, partido do prefeito e do governador. Suplente que assumiu a vaga do colega Marcos Aurélio Espíndola, o Badeko, afastado por causa da Operação Ave de Rapina, Geske por mais de dois anos foi o coordenador do projeto Prefeitura no Bairro, uma das meninas dos olhos da administração Cesar Souza Junior. 
   Assim que assumiu, o vereador rivalizava com o líder do governo Dalmo Menezes (PP) na defesa da prefeitura. Às vezes, de tão eloquente a defesa, chegava a ser chamado de ser mais líder do que o próprio líder do governo. De uma hora para outra, como que num passe de mágica, tudo mudou. 
   De aliado, passou a atuar alinhado com a oposição, a votar contra projetos do Executivo, a convocar membros do governo para explicações, entre outras ações que o deixam desconfortável dentro do próprio partido. 
   O motivo da metamorfose? Teve negado seu pedido para indicar o intendente da Lagoa da Conceição, região onde tem sua base eleitoral. Por essas e outras o vereador Renato é o chamado Biruta de Aeroporto, muda não conforme o vento, mas conforme seus interesses pessoais.

Nenhum comentário: