quinta-feira, 23 de julho de 2015

E-mails da Odebrecht envolvem Mercadante e Gabrielli do PT

      Muito interessante os laudos da Polícia Federal sobre e-mails trocados entre Marcelo Odebrecht e executivos da sua empresa a respeito das negociações da maior empreiteira do País com executivos da Petrobras e políticos do governo do PT. 

   As várias mensagens apreendidas tiveram todos os seus códigos decifrados por um grupo de peritos da PF e que resultaram em laudos que comprovam as tentativas de majoração de preços em contratos de navios-sondas para a Petrobrás. 

   Esses laudos, publicados agora pelo Estadão, devem ser lidos por todos os petistas que defendem cegamente os empreiteiros presos, sem o mínimo conhecimento dos fatos e das provas produzidas contra os corruptos.

Querem provas? Então leiam! 



 As mensagens citam os nomes do ministro-chefe da Casa Civil Aloizio Mercadante (PT-SP) e do ex-presidente da estatal José Sérgio Gabrielli como contatos políticos da empreiteira alvo da Operação Lava Jato nas negociações.Na ocasião da troca de e-mails de Odebrecht, em 2011, Mercadante ocupava o cargo de ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação.

Um comentário:

Osni Dutra disse...

Enquanto isto na Justiça de Santa Catarina, amiga minha que se aposentou com quase metade do salário e deixou licença premio para receber na aposentadoria para ter um fundo para reformar a casa está em desespero. Tribunal trancou o pagamento de vários aposentados há mais de 3 meses alegando falta de verba.
Vergonha com os coitados que se aposentaram e ficaram a ver navios com esta indenização.