quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

De trés ont’onte a dijaôji

      Os 55 anos da Universidade Federal de Santa Catarina serão comemorados com show do Grupo Engenho, que estará lançando na ocasião a coletânea ”De trés ont’onte a dijaôji”, em CD e DVD. O show acontece nesta quinta-feira, 17 de dezembro, às 20h, no Centro de Cultura e Eventos da UFSC.

   No palco do show estarão quatro dos músicos da formação original, de 1979: Alisson Mota (vocais e violão), Marcelo Muniz (baixo, orocongo e voz), Chico Thives (bateria e voz) e Claudio Frazê Gadotti (percussão e voz), além de Marcelo Besen (acordeon), Guto Vieira (violino) e Manoella Vieira (vocais).

   O CD/DVD “De trés ont’onte a dijaôji”, cujo título faz alusão direta ao linguajar típico dos descendentes de açorianos moradores da Ilha de Santa Catarina, mostra releituras de antigos sucessos, como Corre Menina, Meu Boi Vadiou, Lua Mansa, Força Madrinheira, Feijão com Caviar e Quintal e a canção inédita, Areia
   As letras das composições retratam a cultura e costumes tradicionais da Ilha, bem como sua paisagem: o pescador, o engenho de farinha, o mar, a lua e as rendeiras e, ao mesmo tempo, estão os relatos das coisas do homem, o seu trabalho, o sacrifício de manter a terra e as suas lembranças. A partir disso, estão as letras diretamente ligadas ao período da ditadura no Brasil, e que refletem o desejo de liberdade, como “Vou Botá meu Boi na Rua”, onde o Grupo Engenho transforma um folguedo popular em um grito de guerra. 
   
    "De trés ont’onte a dijaôji” é um projeto comemorativo aos 36 anos do Grupo Engenho, que conquistou o Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura 2013, para a gravação e lançamento do quinto álbum e do DVD ao vivo. A finalidade é o registro da história do grupo – e, por conseguinte, da própria história musical do Estado de Santa Catarina, já que os únicos registros de audio que existem são os raros LPs do grupo, Vou Botá Meu Boi na Rua, Engenho e Força Madrinheira, gravados em estúdios nos anos 80. O projeto foi produzido pela Rhythmus Produções e gravado pelo Estúdio Pimenta do Reino, de Florianópolis. A gravação do DVD ocorreu no Circo da Dona Bilica, no Morro das Pedras, em Florianópolis, escolhido justamente por ser um espaço que valoriza a cultura açoriana, amplamente pesquisada pelo Grupo Engenho.


Nenhum comentário: