sábado, 26 de dezembro de 2015

Onde está você Chico Buarque de Hollanda?

Foto de Deio Escobar. 
 
Num tempo
Página infeliz da nossa história
Passagem desbotada na memória
Das nossas novas gerações
Dormia
A nossa pátria mãe tão distraída
Sem perceber que era subtraída
Em tenebrosas transações 


(Vai Passar-Chico Buarque de Hollanda)
    Quando se arma toda essa polêmica nas redes sociais sobre Chico Buarque de Hollanda haver sido interpelado em uma saída de boteco, entendo que está em jogo uma cobrança.
Chico representou a voz de protesto contra os desmandos, a censura, as perseguições políticas orquestradas pelo poder, e foi porta-voz das denúncias contra a corrupção.
    Pergunto: Há diferenças entre as "tenebrosas transações" daquela época e as de hoje?
    Ou a única diferença está em que as "tenebrosas transações" são hoje feitas por seus amigos de longa data?
    A que categoria de homem pertence aquele que muda de opinião sobre o roubo de ontem deixar de ser desonesto hoje?    

   Há algo errado em quem adquiriu um patrimônio beneficiando-se da credulidade de um povo, ao portar-se como paladino da ética e liberdade, e hoje ignorar solenemente os mesmo malfeitos que denunciava, apenas porque agora são feitos por correligionários.
    Chico Buarque, você enterra sua biografia ao tratar como inimigos aqueles de lhe cobram a mais simples coerência à sua obra. E lamentavelmente você contribui com isso para fomentar o ódio e a divisão no país.
    O governos e seus agentes gramscianos alimentam a censura de forma sub-reptícia, a revista Veja transformou-se hoje no que foi o Pasquim de ontem, é o alvo da repressão do governo e de todos os que ainda se beneficiam dele. Fomenta-se a divisão entre eles x nós.
    Na última semana voltaram a usar a velha dicotomia direita x esquerda. As mesmas pessoas que na semana passada afirmavam que o PT não era esquerda hoje acusam seus adversários de serem direita, em uma salada ideológica sem pé nem cabeça. Mas o que importa não é mais esclarecer: é confundir.
    Chico Buarque de Hollanda, porque você não está mais aqui no Brasil, presente, para lutar contra as injustiças sociais causadas pelo desemprego e inflação? Para lutar contra o quase inexistente atendimento em saúde? Para denunciar a insegurança que provoca mais mortes violentas por ano que todas as guerras em curso? Para gritar contra os cortes de verbas para uma educação que só piora a cada ano? Para lutar contra a corrupção, Chico?
 

O povo brasileiro segue sendo a Geni.
Onde está você Chico Buarque de Hollanda?

2 comentários:

Anônimo disse...

Uma pessoa consciente neste país não possui partido, no máximo alguma simpatia por ou algum parlamentar específico.

Esse senhor, apóia um governo corrupto, apóia um partido, apóia pessoas "potencialmente" corruptas que fazem parte desse partido, pessoas que roubam o "nosso" dinheiro, o dinheiro da educação, da saúde, das estradas, da segurança, do lazer, da dignidade.

Não deixa assim, de ser um político também, dos piores, considerando também a repercussão que suas atitudes e palavras tomam, haja vista a notoriedade que detém no Brasil em razão de seu trabalho artístico.



Anônimo disse...

Ele tá na mão do Paulo Betti. Les