quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Olívio foi até a Costa da Lagoa...

Olívio pensativo, na Costa
   Tomei uma barca pra Costa da Lagoa dia desses...
   Sol, vento agradável do quadrante norte, fui visitar meus primos, os primatas de lá.
   Somos uma família grande espalhada por toda a Ilha de Santa Catarina.
   Fazia tempo que não visitava nossa floresta de origem. 
   Muita coisa mudou. Mais barcas, mais turistas e restaurantes. Mais lixo e preços subindo. Uma meia dúzia de cervejas e um prato de comida na base de R$ 135 reais. Sem os pastéis e a caipirinha que correm por fora.
   Bananas? Necas de "piti biriba". Escasseiam as bananeiras.
   A floresta homogênea de pinus illiottii vai se alastrando pelo Morro do Bornhausen, diz o barqueiro e aponta na direção. Os pássaros, disse ele, trouxeram a espécie do Rio Vermelho e plantaram no lado da Costa.
   Alguns milionários constroem suas mansões. Uma, em andamento, tem uma sala só para estocar vinhos, disse ele encantado.
   Mal sabe que macaco não toma vinho... Nós primatas, só bebemos da cevada agora misturada ao milho, pra ficar mais amarela, a cerveja.
   Dizem que na Reserva Florestal da Epagri, onde estão cortando alguns pinus para dar espaço à mata nativa e atlântica, surgirá um grande condomínio. Pode isto?
Helicópteros descem e sobem, com engenheiros e empresários para estudar a região e suas possibilidades.
   O Rio Vermelho é a última área extensa e livre para novos empreendimentos imobiliários. Será que vão conseguir comprar as terras do Estado ?
   Meus parentes estão assustados...
   Sem bananeiras, sem florestas nativas, com mais gente e mais confusão.
   A Prefeitura Municipal nada fiscaliza, nada faz...
   Os pontos de embarque/desembarque das barcas precisam de manutenção e sinalização.
   Sobre o esgoto gerado, pouco se sabe... Presumem tratado.   Será?
   É, ainda, um lugar maravilhoso...
   Até quando minha família não sabe.
   Eu volto pro sul da Ilha. Pra Costa de Dentro e região.
   Tá mais tranquilo por lá...
Porto de embarque para a Costa da Lagoa, no Rio Vermelho
 

3 comentários:

Anônimo disse...


Canga:

quem é esse macaco?
estudou na ESAG?
é contratado do seu blog?

sds, Símio Simões.

Anônimo disse...



Canga,

Esse macaco é du karaleo.
Palamas pra ele.

Olívia.

Anônimo disse...

Floripa tá abandonada como nunca esteve antes, sem prefeito e sem fiscalização. O Parque Florestal do Rio Vermelho precisa urgente de cuidados para evitar as invasões pelas extremidades. Se verificarem pelo google earth vão ver que o Parque está sendo sufocado por servidões clandestinas...