quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Florianópolis: A piada turistica do Mercosul

Aqui hoteleiro joga esgoto na praia, a Casan - empresa de saneamento - joga merda no mar, taxista agride cliente e restaurante serve carne de gambá. Um arraso de "vocação" turistica!
      
Foto Daniel Queiros/ND
  Ilha de Santa Catarina, local paradisíaco, privilégio da natureza, vem sendo destruída pelos seus moradores, empresários e políticos macomunados com empreiteiros que invadem áreas de preservação permanente e jogam esgôto de seus hotéis no mar que banha seus hóspedes.
   Cantada em verso e prosa como A Capital Turística do Mercosul, Florianópolis vem entrando para o anedotário internacional como uma das cidades mais provincianas, despreparada e dirigida por maus políticos, maus empresários, agentes públicos e população deseducada para tratar com turistas e público em geral.
   A exemplo dos petistas que a qualquer crítica ou denúncia de seus acólitos taxam todos de "direitistas", aqui em Florianópolis existe um esquema político/empresarial, que envolve a mídia, para pixar os denunciantes das agressões ao meio ambiente e à degradação da cidade, de "contras".

   Os "contras", seriam contra Florianópolis. Pessoas que impedem o "progresso" da cidade. Pessoas que protestaram contra a construção de um mega hotel e aterramento da Ponta do Coral. Pessoas que se manifestaram contra a construção, pelo empresário Eike Batista, de um mega estaleiro na cidade de Biguaçú.

   Pois esta temporada, além de apresentar os clássicos problemas de infra estrutura da Ilha (trânsito engarrafado, falta de água e poluição das praias), serviu também para escancarar as bizarrices patrocinadas por nossos administradores e prestadores de serviço de Florianópolis.


Gambás temperados são achados em restaurante de Florianópolis
 Outros dois animais eram guardados vivos dentro de freezer desativado. Dono prestou depoimento e deve responder por crime ambiental.

   Dois gambás já temperados e outros dois vivos foram apreendidos pela Polícia Militar Ambiental na tarde desta quarta-feira (10) em Florianópolis. Eles estavam em um restaurante na Lagoa da Conceição. O estabelecimento foi lacrado pela Vigilância Sanitária. 
Leia mais no site G1
Restaurante na Lagoa da Conceição servia Gambá...como fruto do mar?
Taxista agride cliente no centro da cidade
O carnaval quase acabou mal pra mim...
Gui Pontes
    Lá pelas 2h da manhã, tentei pegar um táxi em frente ao 1007, para ir em segurança até a Passarela ver o desfile da Consulado em segurança. Tentei duas vezes. A primeira foi o taxi de placa QHE6733, que antes de abrir a porta perguntou: "Qual o destino?". Entendi o motivo e respondi com um "pode abrir a porta? Já lhe falo". Sem sucesso, falei onde ia e recebi como resposta: "ah não, já está ocupado". Pra garantir, perguntei ao grupo que pegou o taxi em seguida, se eles tinha solicitado o taxi, e a reposta obviamente foi "não", mas a viagem devia ser mais longa. Depois de um tempo, parou o taxi de placa OKF8859 na rua paralela do 1007 e entrei antes de falar qualquer coisa. Aí falei: "amigo, vamos até a passarela". A reposta foi taxativa: "não faço viagem pequena, pode sair". Tentei garantir meu direito: "amigo, você não pode fazer isso, negar corridas por ser perto, por favor me leve até lá". Sem sucesso saí, disse que denunciaria e fiz a foto da placa. Aí minha surpresa: o taxista saiu do taxi d começou a correr atrás de mim pra me bater. Tive que correr mais do que eu imaginava que conseguia para não apanhar. 

Identificado e punido taxista que agrediu cliente.


Hotel de vice-consul italiano joga esgôto na praia de Cachoeira do Bom Jesus
Hotel Marateia Mare de propriedade do Vice-Cônsul Honorário da Itália, Attílio Colitti, localizado no Norte da Ilha descartava esgoto in natura diretamente na praia. Poluía a água em que seus hóspedes se banham.
Leia matéria completa. Beba na fonte. 
Hotel Maratea Mare oferecia praia com coliformes fecais aos seus hóspedes

3 comentários:

Anônimo disse...

População mal educada pra tratar turistas também mal educados. Como em Roma e Paris. Mal educada como todo o Brasil da pátria educadora sem educação. No mais, tudo certo. Vejam as péssimas avaliações do tal Chalé do Camarão - o dos pobres gambás - no TRIPADVISOR. Era pra estar fechado há muito. A própria Vigilância informa na matéria que já corriam outras autuações. Parece que só existem 5 fiscais... daí é 'prakaba'. Abraço Paulão

Eduardo Guerini disse...

E gestores lançam estatísticas de demanda turística exorbitando a própria tendência histórica, com a devida complacência da mídia monopólica!!! Transformam expectativa em verdade absoluta. A falta de planejamento em dados concretos, acaba neste descalabro.

Anônimo disse...

Antes de falar mal do povo daqui, lembre-se que a maioria dos que têm hotel ou restaurantes são de fora!!!! Abraço!