quinta-feira, 17 de março de 2016

Tripudiando a pobreza

‘O senhor não perdeu essa sua alma de pobre’,


Em trecho da conversa, os aliados, Eduardo Paes e Lula têm a seguinte conversa:

EDUARDO PAES: (Ininteligível) … meu carinho aí, “tamo junto”. Minha solidariedade, vamos em frente nessa história. Agora, da próxima vez o senhor me para com essa vida de pobre, com essa tua alma de
pobre comprando “esses barco de merda”, “sitiozinho vagabundo”, puta que me pariu!

 
LULA: (Risadas)
 
EDUARDO PAES: O senhor é uma alma de pobre. Eu, todo mundo que fala aqui no meio, eu falo o
seguinte: imagina se fosse aqui no Rio esse sítio dele, não é em Petrópolis, não é em Itaipava. É como se
fosse em Maricá. É uma merda de lugar porra!

 
LULA: (Risos)
 
EDUARDO PAES: Esse barquinho dele é em São Pedro da Aldeia, Araruama. Não é em Búzios nem
Angra porra!

 
LULA: (risos) Puta que o pariu!
 
EDUARDO PAES: É um cafona. O senhor não perdeu essa sua alma de pobre. Isso que é a maior
desgraça que eu tô vendo nesse processo todo porra.
(risos)
 

LULA: É isso. É isso. Mas eu já sabia disso. Tá bom, querido. Obrigado, Eduardo.

Nenhum comentário: