quinta-feira, 26 de maio de 2016

De labirintite e exovalhadores da vida alheia...


   Saí hoje de uma crise de, acho e espero, Labirintite que me nocauteou até às raias de uma emergência no centro da cidade. O cérebro parecia estar boiando em um fluido oleoso aprisionado dentro do meu crânio. Qualquer movimento com a cabeça, e até com os olhos, fazia o mundo girar como em um dos maiores porres de vinho na juventude. Náusea, vômito, mal estar se imiscuíam em meus pensamentos, no meio das frases e das palavras que não conseguia pronunciar corretamente. Algumas sílabas atropelavam as outras, saltando na frente e tornado o meu falar próximo a um dialeto javanês. Algo incompreensível!
   Já escrevi sobre a náusea uma vez. Leia aqui.

   Após um dia recolhido ao leito, sem que a tonteira passasse, e uma noite de sono profundo, despertei com uma lucidez invejável. Tanto tempo recolhido, para mim, é um desespero, já que não sou de parar quieto.

   Não sei o que teria acontecido aqui dentro da cachola. Mas a sacudida nos miolos me despertou com vontade, e raiva, de voltar a um assunto que tanto me perturbou nos últimos tempos: as agressões e acusações entre amigos em defesa de bandidos que controlam a nossa vida e a vida do país.

   Chegou a ser quase uma saudades dos repetidores de blogs pagos com dinheiro público roubado da Petrobras como o tal 247 e outros sem maior expressão.

   Estão nocauteados? Sumiram? Por onde andam os jornalistas que defendiam os ladrões petistas e tentavam desqualificar o juiz Sergio Moro e a Operação Lava Jato?
   

   Clientes da manipulação ideológica, acusaram, e destruiram amizades. Se jogaram em uma volúpia de violência e agressão contra tudo e contra todos. Ignorantes da realidade e dos pensamentos sócio políticos, acreditavam estar fazendo algo de bom para o, tão usado em vão, POVO!

   Reproduziram falácias petistas de que "tiraram milhões da miséria". É, tiraram os milhõe$$$$ da miséria, do povo, que hoje está sem saúde, educação, refém da violência que acontece nos lugares mais miseráveis do país. Quebraram a Petrobras, o BNDS, a Eletrobras, os fundos de pensão, o FGTS e colocaram o país no buraco que estamos hoje.

   Mas se o governo "desquerda" melhorou a vida dos mais pobres, por que o IDH (Indice de Desenvolvimento Humano, indicador medido pela ONU) brasileiro - que mede saúde, educação e renda - caiu em 13 anos de governo petista?

   Acusaram a todos que defendiam o impeachment de Dilma (que, na ignorância, chamavam de presidenta) de direitistas, facistas e outras bobagens mais, que na verdade nem sabiam direito o que era. Brutos como os chefetes petistas, apenas reproduziam palavras e frases de seus manipuladores.
 

   Acordei pensando: por onde andam os falastrões metidos a intelectuais, agora que aparecem mais denúncias sobre a máfia peemedebista que governou e roubou com o PT durante 13 anos?

   Os bandidos do PMDB pegos em gravações da Lava Jato, que vocês tanto desqualificavam, usam hoje os mesmos argumentos que vocês usaram no período da farra do governo popular com o dinheiro público: "as gravações são ilegais"!
   
   Pegaram pesado com quem defendia as investigações do Ministério Público Federal e do juiz Sérgio Moro mas agora se aquietam. Chegaram tarde à moda de ser desquerda. A maioria destes falastrões, na época da ditadura militar estavam na muda, com a bunda bem sentadinha cuidando de seus empreguinhos e de seus salariozinhos garantidos no fim do mês. Jamais arriscaram nada, jamais deram a cara para bater. Alguns nem de sindicatos participavam. Mas no período que estiveram no poder se sentiram seguros para posar de revolucionários defensores de um governo travestido de salvador do povo, mas que na verdade apenas enriqueceu bancos, empreiteiras, amigos e familiares.

    Repetiram os canalhas esclarecidos desquerda à exaustão. Aqueles que realmente produzem pensamentos e enfiam cérebro a dentro dos reprodutores de bobagens e agressões. Enxovalhadores da vida alheia que agora se aquietam porque seus manipuladores ficaram sem emprego e sem dinheiro!


   Muitos se descuidaram e jogaram fora as amizades que pensavam diferente. A diferença é inaceitável para os seguidores do "pensamento único". Trocaram amigos de anos por 1/2 dúzia de bobagens ideológicas, coisas que na maioria das vezes nem entendiam direito. 
  
   Comigo não tiveram espaço. Amigo é amigo e neles gosto de algumas coisas e desgosto de outras. Somos imperfeitos e diferentes. Pesando prós e contras os prós foram mais favoráveis. No custo/benefício acho que saímos ganhando! Da minha parte não perdi amigos. Lamento que alguns fossem mais bobinhos do que eu pensava, mas tá valendo!

   Fascista, direitista é a mãe, seus enganadores!

   Ufa, falei!

6 comentários:

Unknown disse...

belo desabafo, me alivia também ler alguém sóbrio pela proa.

de artur, estudante de política e filho de Orasil Pina, que deves lembrar, dos tempos de "o apito da panela de pressão".

Anônimo disse...

ARTUR NOGUEIRA diz
suas palavras de indignação traduz a revolta de enorme parcela da população vitimada pela presença dessa canalhada no poder

BC Marcas disse...


Nocaute Técnico no Apparatchik do lulopetismo. Bravíssimo!!!

Anônimo disse...

Bravo Canga!!!

Parabéns.

MBayer

Unknown disse...

Tirou "daqui"...

Anônimo disse...

(...) "A diferença é inaceitável para os seguidores do "pensamento único". A recíproca é verdadeira ! Quantos aos blogs "sujos" (by José Serra) continuam todos ativos, até onde sei. Basta entrar conferir.
Melhoras.
Bia