quarta-feira, 8 de junho de 2016

Cortando trecho...


   “O que salta aos olhos aqui é que Janot busca atalhos para compensar sua própria inoperância - até agora, apesar de haver 11 inquéritos contra Calheiros e seis contra Jucá, apenas Cunha já foi denunciado (...)

   É justamente essa, a meu ver, a ponta que não fecha. Para que a Justiça funcione, é necessário que ela apresente soluções às demandas que lhe chegam num prazo razoável, que se conta em meses e não em anos.

   Não me parece exagero afirmar que um bom pedaço da crise política que o país atravessa seria evitado se o Supremo resolvesse rápida e definitivamente casos como o de Cunha e Calheiros (…)

   Bem que o STF poderia fazer uma espécie de mutirão para julgar no mérito, já nos próximos meses, os processos de políticos que lá estão”.


   Do colunista da Folha de S. Paulo,Hélio Schwartsman, sobre os pedidos de prisão contra os quatro peemedebistas. 

Nenhum comentário: