sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Petista tenta faturar e acaba expulsa de manifestação

   A deputada federal Maria do Rosário (PT/RS) foi duramente hostilizada ao passar por uma manifestação organizada por amigos e familiares da médica Graziela Müller Lerias, 32 anos, morta durante um assalto no último domingo (14), em Porto Alegre. Os manifestantes estavam reunidos em frente ao Palácio Piratini (sede do Governo do Rio Grande do Sul) e cobravam por mais segurança.
   Aos gritos, o público começou a reclamar da deputada, chamando-a de “Cúmplice”, “Defensora de bandido”, “Ih Fora, Ih Fora” e "Vai embora, vai embora". Maria do Rosário não aguentou a pressão e acabou indo embora.


Veja o vídeo:


Nenhum comentário: