quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Funcionários querem indicação técnica para Diretoria de Preservação do Patrimônio Cultural da FCC

Rosange Sena
   Os técnicos da Diretoria de Preservação do Patrimônio Cultural da Fundação Catarinense de Cultura (FCC) vem a público se manifestar, frente a mudança na gestão Secretaria de Estado de Turismo Cultura e Esporte reverberada pelos jornais de circulação do Estado de Santa Catarina.

   A Diretoria de Preservação do Patrimônio Cultural possui um papel importante na proposição e acompanhamento das políticas de proteção e valorização do patrimônio cultural em nosso Estado, destacando-se as ações de pesquisa e salvaguarda do patrimônio material e imaterial, realizadas pela Gerência de Patrimônio Cultural e Gerência de Pesquisa e Tombamento. Além disso, exerce trabalhos reconhecidos e consolidados na conservação de bens móveis e integrados, realizadas pelo Ateliê de Conservação e Restauro (ATECOR) e junto aos museus do estado, através do Sistema Estadual de Museus (SEM).

   Entretanto, apesar dos esforços dos técnicos concursados que atuam diretamente nestas áreas para garantir um atendimento de excelência à sociedade, muitas de suas atribuições encontram-se prejudicadas, devido à indicação política sistemática de presidentes, diretores e gerentes que não possuem o perfil de gestores, e demonstram total incapacidade para lidar com as questões pertinentes.

   Elencamos aqui, independente de quem venha a assumir a Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, as ações que devem ser realizadas para a salvaguarda do nosso patrimônio cultural de maneira eficiente e responsável:

1) Nomeação, para o cargo de Diretor de Preservação do Patrimônio Cultural da FCC, de um profissional com formação técnica e experiência na área, com capacidade de articulação interinstitucional e conhecimento na área de gestão.

2) Apresentação de um plano plurianual de gestão para a Diretoria de Preservação do Patrimônio Cultural da FCC, pois atualmente os técnicos atendem apenas demandas externas.

3) Nomeação, para os cargos de Gerência de Pesquisa e Tombamento e Gerência de Patrimônio Cultural da FCC, profissionais com formação técnica e experiência em suas áreas de atuação, coibindo qualquer prática de desvio de função destes cargos. Estes cargos precisam ter o domínio da legislação vigente da salvaguarda do patrimônio cultural, bem como ter conhecimento técnicos referente ao trabalho desenvolvido.

   É urgente que a cultura seja compreendida como base de desenvolvimento social e econômico, possibilitando o funcionamento institucional pleno em prol da preservação da história, da memória, dos imóveis de valor cultural, dos acervos museais, dos saberes, dos movimentos folclóricos tradicionais, das artes. É urgente a indicação de lideranças verdadeiramente comprometidas e atuantes que planejem, acreditem e incentivem ações positivas e concretas.

   Solicitamos à sociedade que apoie esta causa.

Nenhum comentário: