quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Tribunal de contas CENSURA o CANGABLOG


   Recebi ontem a noite esta cartinha do meu colaborador de além mar (Lisboa), o jurista Leal Roubão. 

 Caro jornalista Sérgio Rubim,

   Inobstante o fuso horário, falei hoje com amigos no Brasil e em Santa Catarina.
   Alguns do STF, outros em Curitiba e também no Tribunal de Contas em Florianópolis.
   Soube que o Cangablog não mais pode ser acessado na Augusta Corte de Contas.
   Lastimável, pois o vosso blog é um excelente instrumento de comunicação e informação.
   Além de respeitar e submeter-se ao direito de liberdade de expressão, garantido na Constituição da República Federativa do Brasil.
   Bem, após esta informação fui conferir se realmente havia algum problema com relação ao Cangablog, na "Côrte de Contas" do estado de Santa Catarina.
   Mais conhecido pela ficha corrida de seus conselheiros indicados politicamente,  e como Tribunal de Faz de Contas, a instituição realmente bloqueou o acesso dos funcionários ao meio de comunicação Cangablog, o único "jornal" da capital que realmente denuncia corrupção e estampa o nome de políticos e autoridades "ilibadas" nas suas páginas. 

   Comenta-se que a censura, foi o primeiro grande ato do novo presidente da "Côrte de Contas", ex-deputado Dado Cherem, que aliás, já frequentou estas páginas em situações nada recomendáveis.

Por último, fica uma dúvida: Os computadores dos sete conselheiros também estariam censurados ?

Aguardo uma resposta do TCESC sobre o porque da censura!

Comentário de Emanuel Medeiros Vieira

Estimado amigo  Sérgio
É para não acreditar: em pleno Século XXI a censura ainda perdura. Parece-se com as fogueiras da Inquisição.
É pouco, eu sei: mas da Bahia para a Ilha, vai a minha solidariedade inteira, total, do teu amigo Emanuel Medeiros Vieira*
*Sempre na luta. Sempre na esperança. Contra os vampirizadores, contra os que têm medo da verdade. Pela liberdade. A esperança e a fé serão sempre maiores.

7 comentários:

Anônimo disse...


Caro Canga,

Aquele Tribunal é uma afronta aos catarinenses.
Custa uma pequena fortuna e serve a quem?

Sds, Péricles Santos.
Biguaçú - SC.

Anônimo disse...

Esse Dado Cherem é àquele que andou pela Secretaria de Saúde e deixou nossos hospitais sucateados como vem sendo mostrado do Hospital Celso Ramos?

Anônimo disse...

Artur Nogueira diz:
Pobre bella e santa catarina......Até tu foste vilipendiada pelos Mal-ditos..
Guenta o tranco Canga, o fundo desse poço, por hora, é um lugar inaucansavel .
Tenhas fé e coragem....

Anônimo disse...

Olá, Canga.

Será que não é nepotismo uma filha de conselheiro do TCE, com cargo comissionado na Alesc, lotada em gabinete de deputado (ex-presidente da Casa), e ganhando mais de R$ 10 mil?

Será que não é nepotismo um filho de desembargador do TJSC, lotado em setor administrativo da Alesc, em cargo em comissão, ganhando mais de R$ 10 mil?

Não é nepotismo uma filha de ex-deputado, hoje presidente de uma empresa pública estadual, lotada em setor administrativo da Alesc, em cargo em comissão, ganhando mais de R$ 10 mil?




Anônimo disse...

CANGA NÃO TEMOS TUA CORAGEM. MAS VC É NOSSSA VOZ NESTA ILHA. EU ACOMPANHAVA O MOSQUITO. E AGORA COMO A MAIORIA, FICAMOS ÓRFÃOS E AGORA SÓ RESTA VOCÊ PARA NOS CONTAR A VERDADE!!!
OBRIGADO POR VC EXISTIR!!!

Bonaster, o causídico. disse...

Canga, essa situação não vai afetar nada. Hoje com um celular à mão você acessa basicamente todo o conteúdo da internet. Que pensamento e atitude retrógrada deste conselheiro, ineficaz por suas próprias limitações. Bloqueia o acesso no Tribunal, mas o acesso ainda se dá perfeitamente via celular, mesmo que bloqueado no sistema do TCU, pode acessar via operadora. Hoje não há limitação de acesso à informação. Tentam calar mas não conseguem. Existem muitas alternativas como whatsapp, twitter, facebook, etc. A informação está aí para quem quer acessar, basta vontade.
Agora o que chama a atenção é o fato de realmente, um dos poucos, senão o único, jornalismo que, doa a quem doer, se mostra de verdade, é o seu. Muitos, inclusive de colegas em comum, que veiculou durante um tempo link no seu sitio, acabou sucumbindo à verba de publicidade da PMSJ. É uma tristeza para nós leitores que apreciamos quando as entranhas dessa corja de gente que acha que manda na cidade, aparece escancarada.
É preciso coragem e desprendimento, notadamente, material, para noticiar de verdade o que acontece em nossa cidade.
Sucesso e grande abraço.

Bonaster, o causídico. disse...

Quanto ao comentário do colega sobre o nepotismo, é certo que acontece em diversos órgãos públicos, mesmo sendo vedado legalmente, de forma cruzada. Fazem-se arranjos entre prefeituras, câmaras de vereadores, etc. para alojar o cidadão de um município em outro, mediante uma troca de favores. Exemplo recente: Advogado de Palhoça/SC, que já se tentou se engajar politicamente à cargo de vereador na referida cidade, trabalhando em cargo comissionado de Advogado da Câmara Municipal de São José/SC, apadrinhado do vereador Sanderson, com esquemas envolvendo Ronério e seu partido. Então é um troca troca entre os órgãos que o Ministério Público não consegue sequer acompanhar, diante das artimanhas utilizadas pelos políticos nada honestos que o povo coloca para governar nossa cidade.