sábado, 12 de abril de 2014

“Quando a indiferença se transforma em cumplicidade”

   Por Jaison Barreto
   A colocação lembrada pela Deputada Venezuelana Maria Corina Machado, é oportuna e precisa ser valorizada.
   Vou sugerir logo adiante que a sua entrevista no “Roda Viva da TV Cultura”, como aliás na Comissão de Relações Exteriores do Senado, deveria ser assistida com atenção pelo exemplo de dignidade e cultura política do crescente papel das mulheres na sociedade.
   Diante da recaída do Senador Renan Calheiros, fiel ao seu DNA, peemedebista de “escol”, o jornal Estado de São Paulo de hoje traz considerações sobre sua atuação, demonstrando até que ponto os costumes políticos do país se degradaram, sob o silêncio e a indiferença de quem tem mandato, mas não assume suas responsabilidades.
   O funcionalismo antigo da Câmara e do Senado, já os apelidou, inclusive, de “gandulas”.
   Silêncio e “olhar de paisagem” são as suas atitudes diante dos graves problemas que afligem o país.
   Não entram em bola dividida.
   Se contentam com os afagos dos Governantes da época e uma ou outra relatoria, até de projetos importantes, dado a sua docilidade aos interesses de cima.
   Felizmente tem gente diferente.

   Folha de São Paulo – 11/04/2014
   “Senadores do PMDB e PSDB cobram explicações de Renan ontem, no plenário. “Paulo Brossard deixou claro à Mesa do Senado que não se pode confundir Schopenhauer, Gabrielli (Sérgio Gabrielli, ex-presidente da Petrobrás) e um jegue, que são coisas completamente diferentes. O que o Supremo entende, é que cabe uma CPI para cada fato determinado”, afirmou o Senador Roberto Requião.
   “O argumento de que se pode meter no mesmo balaio a Petrobrás e eventuais irregularidades em São Paulo, Minas e Pernambuco, porque, afinal, tudo é dinheiro público é o mesmo mecanismo pelo qual se conclui não haver diferença entre Sharon Stone de instinto Selvagem e o Deputado André Vargas tentando explicar as suas relações com o doleiro Alberto Youssef. Afinal, ambos pertencem à raça humana, têm um coração, dois rins e são animais aeróbios”. Ironizou o Senador Pedro Simon (PMDB-RS).”

   O Assunto Maria Corina Machado, virá depois.

Nenhum comentário: