domingo, 30 de novembro de 2014

RBS fecha sucursal do DC em Lages


   Do blog do Milton Barão

   Decididamente o Grupo RBS tem uma relação de amor e ódio com Lages e com a Serra Catarinense. Amor porque quando o grupo chegou em SC, abriram logo uma Atlântida em Lages. Assim como abriu uma sucursal do Diário e mais recentemente transferiram a TV Centro Oeste de Joaçaba para cá.

   Mas no meio disso tudo tem o outro lado da moeda, pois a FM teve vida curta (1987/88) e logo encerrou as atividades e vendeu a concessão.

   Não foi diferente com os jornais do Grupo, pois quando compraram A Notícia (Joinville), a primeira providencia foi fechar a sucursal de Lages. E nesta semana, a mais recente, ou seja, o fechamento da sucursal do Diário. Pela competência de um dos melhores jornalistas do jornal, o Pablo Gomes, lhe foi oferecido transferência para a Capital, porém ele não aceitou, pois criou vínculos e escolheu ficar em Lages.

   Quem será a próxima vítima?

3 comentários:

Nelson Jvlle disse...

Pela diminuição de edições, matérias, reportagens importantes e busca de notícias, aposto que o próximo será o jornal A Noticia, de Joinville. Depois que a RBS o adquiriu, transformou-se num jornalzinho de bairro. Matérias requentadas, press-releases, pouca investigação, diminuição de páginas, eliminação de cadernos e por aí vai.
Vamos aguardar pra ver.

Vote no Brasil disse...

A Região de Lages é um "balaio de gatos" desde 1980, quando trabalhei lá. Não é um povo comercial e ainda aceita o escambo, como negócio. Profissionalmente, para o estilo de negócios e procedimentos da RBS e de empresas sérias, Lages não pé um mercado decente!!

Anônimo disse...

Sendo o governador daquela região, explica-se a situação do nosso querido Estado.