sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Juiz acaba com demagogia Berger em São José

   Ontem, 13 de setembro, os candidatos a prefeito do município de São José compareceram a um debate promovido pelas Faculdades Estácio de Sá. No meio do evento o prefeito e candidato à reeleição, Djalma Berger, foi citado por um oficial de justiça. 
   A Justiça Eleitoral acolheu representação do comitê da candidata Adeliana Dal Pont, pedindo investigação quanto à enorme quantidade de placas alusivas à Operação Tapete Preto, projeto de asfaltamento de ruas que é o carro chefe do marketing dos Berger, em campanhas eleitorais. A profusão de placas, várias na mesma avenida, configuram propaganda eleitoral ilegal, segundo a Jutriça.
  Realizada a toque de caixa neste ano, às vésperas das eleições, o resultado da "operação" muitas vezes não passa de uma "pintura" de ruas. Obras antigas receberam placas novas. Na Av. Presidente Kennedy, obras "de ocasião" vem congestionando o transito, para uma "reforma" que não inclui nem mesmo um sistema de drenagem adequado.
   Na liminar concedida, o juiz eleitoral obriga a retirada de todas as placas, em cinco dias, sob pena de cassação da candidatura.
   O candidato Djalma ficou tão transtornado com a intimação que, ao finalizar o debate na Faculdades Estácio de Sá, agradeceu a presença dos alunos da Univali!




Um comentário:

Anônimo disse...

toma!!