terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Paulo Bauer faz parte da Máfia das Passagens

Reportagem exclusiva do site Congresso em Foco

Exclusivo: a lista da máfia das passagens

Conheça o nome dos funcionários acusados de comércio ilegal de bilhetes aéreos pagos com dinheiro público. Maioria está afastada ou foi demitida pelos deputados

Gov.SC
Paulo Bauer é um dos investigados na Corregedoria após conclusões de relatório de sindicância sobre 45 servidores

VEJA A LISTA

Eduardo Militão

Como mostrou o Congresso em Foco na sua edição de ontem (4), o sexto andar do Anexo IV da Câmara dos Deputados era uma espécie de escritório do negócio de venda de crédito de passagens. A maior parte dos acusados de integrar o esquema trabalha ou trabalhava em gabinetes nesse andar.

Ao todo, a investigação da Corregedoria da Câmara menciona 45 servidores, ligados a 39 deputados. Para esses, a Comissão de Sindicância da Câmara recomendou a abertura de processo administrativo-disciplinar. A maioria dos congressistas demitiu os subordinados temendo “contaminação” com a farra das passagens.

A máfia das passagens consistia em obter créditos de passagens para uso exclusivo dos deputados a trabalho em agências de turismo. Esses créditos eram vendidos com desconto a terceiros, que os transformavam em passagens. Para dar os descontos, os agentes obtinham deságios na compra, empréstimo ou antecipações desses créditos com intermediários ou funcionários dos gabinetes. Como mostrou o Congresso em Foco, pelo menos um deputado tentou, ele mesmo, negociar seus créditos acumulados. Leia mais.

Grampo mostra que Bauer tentou negociar passagens

Conversas mostram que catarinense manteve controle sobre seus créditos mesmo depois de deixar mandato

Eduardo Militão*

Gravações obtidas pelo Congresso em Foco mostram que o deputado licenciado Paulo Bauer (PSDB-SC), atual secretário de Educação de Santa Catarina, manteve controle sobre seus créditos de passagens aéreas mesmo depois que deixou o mandato, em fevereiro de 2007. Os áudios mostram que o parlamentar tentou “fazer negociação” sua cota, pedindo até uma consulta ao um funcionário da administração da Câmara. Depois do evento, diz o próprio Bauer, ele autorizou seu chefe de gabinete a avaliar o processo de venda dos créditos de passagens.

Bauer é um dos investigados pelo corregedor da Câmara, ACM Neto (DEM-BA), por suposta participação no comércio ilegal da verba para bilhetes parlamentares. Saiba tudo. Beba na fonte.

Anônimo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Paulo Bauer faz parte da Máfia das Passagens": www.PAULOBAUER.com.br / QUADRILHA
Nunca vi isso antes, um site de um homem público, secretário da educação, deputado, vice governador... blindado. Porem só abre com senha da quadrilha.
É isso aí CANGA, bota a cara deles na telinha
Parabéns pela matéria.


Um comentário:

Anônimo disse...

www.PAULOBAUER.com.br / QUADRILHA
Nunca vi isso antes, um site de um homem público, secretário da educação, deputado, vice governador... blindado. Porem só abre com senha da quadrilha.
É isso aí CANGA, bota a cara deles na telinha
Parabéns pela matéria.