segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

MP denuncia Dário & Mário por improbidade administrativa

Tá lá no Terra:

Fabrício Escandiuzzi
Direto de Florianópolis

O Ministério Público (MP) de Santa Catarina denunciou o prefeito de Florianópolis, Dário Berger (PMDB), por improbidade administrativa devido à contratação de uma empresa sem licitação pelo valor de R$ 3,7 milhões para construção de uma árvore de Natal. A ação civil pública, impetrada nesta segunda-feira, também cita o ex-secretário de Turismo, Mário Cavallazzi, o secretário adjunto Aloysio Machado Filho, a assessora jurídica da pasta Daniela Secco e quatro empresas envolvidas no contrato: Palco Sul, Beyondpar, On Projeções e Fellings Eventos.

O promotor Ricardo Paladino, Coordenador do Centro de Apoio Operacional da Moralidade Administrativa, disse que uma série de irregularidades no processo teriam sido observadas pelo MP. Ele afirmou que a empresa contratada sem licitação, a Palco Sul, teria terceirizado os serviços de forma "flagrantemente irregular". Segundo levantamento realizado por promotores, tal contratação não se justificaria, pois pelo menos cinco empresas brasileiras seriam capacitadas para construir enfeite semelhante. Leia tudo. Beba na fonte.

Um comentário:

renato disse...

Atenção Canga:O PSDB cria o factóide da visita do sen.Sérgio Guerra que lê a defesa ,acha que está consistente e isso dá legitimidade ao corrupto tomar posse.Não tem valor o inquérito da PF,a denúncia de TJ,nada,só a opinião do senador.Outra coisa:Os 100mil que o Pavan embolsou são invenção da PF para desestabilizar a campanha do Zé Serra.Tá de sacanagem!!!Não subestime nossa inteligência,senador defensor de corrupto!!!