segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

A missão secreta americana

    Betty Look For, a ex-chefe da CIA que agora mora em Florianópolis, numa casa nos Ratones, telefonou para este blog e disse que a missão secreta americana do vice-governador Eduardo Pinho Moreira, pode ser um convênio com a empresa Wedlock, fabricante dos colares que explodem a cabeça dos prisioneiros quando eles ultrapassam a área delimitada. Veja foto.
     É uma técnica moderna e eficiente. Também conhecida como blow the head, o único problema é quando ocorre uma interferência causada por Internet wireless ou por queda na voltagem da luz.
    Os colares são sensíveis às pequenas variações. No entanto, para cada explosão indevida, a companhia Head Insurance paga U$ 340 mil dólares para o comprador do artefato.
     Como o vice governador já presidiu a CELESC (quando, de lá, despareceram R$ 51 milhões) e conhece a variação da corrente, Betty Look For imagina que ele já fez as contas.

    Hello Canga
    Betty Look For telefona outra vez: Hello Canga, another possibility is the instalation of a factory to produce atomic bombs in Nova Trento, where Peninha was born.
    Tradução: Olá Canga, outra possibilidade é a instalação de uma fábrica para produzir bombas atômicas em Nova Trento, onde o deputado Rogério Peninha nasceu.

Nenhum comentário: