quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Gurgel vai pedir prisão imediata de mensaleiros

Procurador-geral avalia que pedido de entrega dos passaportes é normal no processo penal

    BRASÍLIA – O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, afirmou nesta quinta-feira que irá reforçar o pedido de prisão imediata dos condenados no julgamento do mensalão pelo Supremo Tribunal Federal (STF). O procurador esteve em evento na manhã de hoje no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).
- Não é uma questão de necessidade (pedir a prisão imediata), mas de dar efetividade à decisão (da condenação). E a Procuradoria Geral da República vai continuar insistindo com a prisão.
   No parecer de Gurgel sobre o mensalão, o pedido de prisão imediata já havia sido expresso. Mesmo assim, o procurador afirmou que irá fazer novo pedido. Questionado se a decisão do ministro Joaquim Barbosa, divulgada ontem, de pedir a entrega dos passaportes dos condenados ao Supremo, Gurgel classificou a medida como “normal”:

- É normal no processo penal, que prevê essa medida.
   Em outubro, o procurador-geral já havia defendido a prisão imediata dos condenados. Gurgel contestou o argumento de que eles não devem ser presos porque não oferecem perigo à sociedade. (De O Globo)

4 comentários:

JORGE LOEFFLER .'. disse...

Sugiro prudência.
Ninguém está condenado enquanto não transitar em julgado a sentença condenatória.

Anônimo disse...

Direito de peticao tbem e da indole constitucional.
Best Regards
Sio Tam

Anônimo disse...

Deviam estar em cana ha mto tempo. Que vao embargar e embargar e embargar ateh esfriar o assunto e a composicaio do STF for totalmente amestrada, quem eh do meio sabe. Sio Tam.

Anônimo disse...

Ainda bem que foi televisionado ao vivo se não viraria a maior das PIZZAS!!!!