quarta-feira, 20 de junho de 2012

Plano Diretor de Florianópolis: caso de policia!

    Onde andam o Ministério Público e a Justiça Eleitoral que não tomam uma medida urgente para retirar do ar a propaganda da Prefeitura de Florianópolis sobre o Plano Diretor da cidade.
    A massiça e desavergonhada propaganda em jornais, rádios e TVs, não deixa dúvida alguma de que se trata da mais pura e escancarada propaganda eleitoral.


 NOVO PLANO DIRETOR DE FLORIANÓPOLIS. 
O futuro da cidadania pensado hoje.

    Com esse slogan, o prefeito Dário Berger lota a mídia local dando a imprensão de que o Plano Diretor da cidade existe e está a mil por hora. Pura propaganda enganosa jogada diariamente na cara do cidadão e ninguém faz nada.
    A discussão sobre o Plano Diretor se arrastou pelos oito anos de gestão Dário Berger. Agora, recentemente, nenhuma das 13 audiências setorias que deveriam ter inicio no mês de maio foram realizadas. Está tudo parado!
    Imaginem os intere$$e$ envolvidos nessa história. Enquanto a cidade não tem um plano, se constrói monstrengos de concreto e aço por toda a ilha transformanado Florianópolis numa Miami brega e mal ajambrada.
   Esta avalanche de anúncios sobre o furturo da cidade tem dois objetivos claros:
1- Induzir o eleitor a ter uma imagem positiva da administração pública com mensagens subliminares sentimentalóides que invocam família, crianças, filhos e seus futuros: FILHO, DO MEU FILHO, DO MEU FILHO: UM DIA TUDO ISSO SERÁ SEU.

2- Distribuição farta de dinheiro público para os meios de comunicação às vésperas das eleições.
ALÔ MINISTÉRIO PÚBLICO! ALÔ JUSTIÇA ELEITORAL! 

Guerini deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Plano Diretor de Florianópolis: caso de policia!": Canga,
Nossa justiça eleitoral anda sonolenta, morosa, e, parece que esqueceu que o abusto do poder ocorre diuturnamente para um caso em Florianópolis que já criou jurisprudência para manutenção de um esperto quadrilheiro itinerante.
O deboche do Prefeito da Capital de Santa Catarina é visível desde o lançamento de seu marionete político.
A pergunta que não cala: Onde estão as vozes da oposição?
Assim a campanha política segue seu rito sumário, promessas criadas nos laboratórios de marketing políticos e postulantes caricatos. 

4 comentários:

Guerini disse...

Canga,
Nossa justiça eleitoral anda sonolenta, morosa, e, parece que esqueceu que o abusto do poder ocorre diuturnamente para um caso em Florianópolis que já criou jurisprudência para manutenção de um esperto quadrilheiro itinerante.
O deboche do Prefeito da Capital de Santa Catarina é visível desde o lançamento de seu marionete político.
A pergunta que não cala: Onde estão as vozes da oposição?
Assim a campanha política segue seu rito sumário, promessas criadas nos laboratórios de marketing políticos e postulantes caricatos.

Lucio disse...

São uns sem noção mesmo....só faltava esta. Nem bem começou a campanha e se continuar assim vai virar bagunça geral. Alô Justiça Eleitoral....

Anônimo disse...

Amigo Canga,

Está´provado A = B, Que este Cidadão é um Verdadeiro Ladão, e Ninguém Pega, Já Passou da Hora.

Ou Vai Para Cadeia Agora, ou Nunca Mais Vai Pegar Este Meliante Prefeito-Pinóquio.

Dário Está Passando dos Limites, Chega Cadeia Já Nele, esta é A Voz Sensata da População Floriapolitana.

Um Grande Abraço.

Anônimo disse...

Mesmo que ande, este plano "participativo" parece ter sido encomendado pelo setor da construção civil. Já cansei de ver retroescavadeiras e caminhões espalhados desordenadamente pela cidade.

Abraços