quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Cassino Jetée-Promenade



Passeio diariamente pelas ruas de Nice há 20 dias. Mesmo quando viajo para conhecer outros lugares da Cote D'Azur, quando retorno a Nice saio à rua para conhecer melhor esta cidade maravilhosa.
Da Vieux Nice à Colina de Cimiez, da Promende des Anglais ao Porto, da Praça Garibaldi
à Avenue Jean Médecin está tudo dominado. Sem contar as incurssões noturnas por bares, restaurantes e pub's como Le Havane, L'Escallade e outros com diferentes horários de fechamento que levam a noite até às 10h da manhã.

A arquitetura da cidade é um deslumbre. Desde os prédios preservados da Velha Nice e suas vielas, à co
leção de simbolos da Belle Époque como o histórico Hotel Negresco, o The Royal, o Cassino Ruhl e o Hotel Westminster com seu estilo arquitetônico eclético que substituiu o neo-classissimo vigente à época. Passo diariamente em frente ao Palais de La Mediterranee considerada uma das obras primas do estilo Art Deco.

1913 começa a época do luxo na pérola da Riveira Francesa.
A Promende des Anglais é separada por um jardim de 5 metros e novo mobiliário urbano é instalado como fontes, candelabros, jardins e passeios.

Mas um prédio em especial me chamou a atenção: o Cassino La Jetée-Promenade. Simbolo da Belle Epoque, todo construido em ferro, bronze e vidro o complexo de lazer avançava sobre o mar, em frente o Cassino Ruhl, onde abrigava cassino, teatro e um restaurante de alto luxo. Tudo o que o dinheiro podia pagar na Europa estava ali. Nice era o balneário mais elegante do mundo.

O Casino de La Jetée-Promenade foi inaugurado em 1891 (um primeiro edifício do mesmo tipo foi queimada antes da sua inauguração, em 1883). Era celebrado como "uma obra de arte de metal". Tudo isso sobre 6.500 metros quadrados 10 metros acima do mar.
No topo da cúpula principal, 35 metros de altura, foi colocada uma sereia de zinco e ouro.

Em 30 de outubro de 1914 tropas alemãs invadem Nice e incendeiam o prédio usando o seu ferro e bronze na indústria de armamentos.

As fotos do Cassino Jetée-Promenade estão em vários dos painéis colocados, pela prefeitura da cidade, na parte traseira das arquibancadas na Promenade des Anglais.


Um comentário:

Lengo D'Noronha disse...

Se os nazistas não tivessem acabado com o cassino o Canga já teria quebrado a banca.

Abraço, vovô!