sábado, 3 de dezembro de 2011

Ninguém é Rei pro seu valet de chambre!

Por Jaison Barreto 
    Prezados amigos ( as )

    A História não pode ser escrita pelos camareiros.
    Todo mundo entendeu quando se disse que, “
Ninguém é Rei pro seu valet de chambre”.
    Com o decorrer dos tempos a experiência da política ensinou que os Reis, não podem ser julgados pros áulicos e serviçais.
    Exemplo disso foi o Getúlio Vargas.
    Nacionalista,Getulio da Petrobras, de Volta-Redonda, da nossa Legislação Trabalhista, diante da desonra suicidou-se ante as irresponsabilidades do tenente Gregório.
    Pelos complexos caminhos desses entendimentos, Ulysses Guimarães, pilastra mestra da luta contra a ditadura, construtor do MDB e PMDB, Senhor das Diretas e da Constituição Cidadã, com grandeza de estadista que era, vetado pelos militares, cedeu seu lugar de Presidente que já tinha conquistado no coração do povo, para seu companheiro de lutas Tancredo Neves.
    Foi esse mesmo Ulysses com essa história, que ficou em sétimo lugar entre os concorrentes a Presidência da República em 1989.
    Abandonado pelo seu próprio partido o PMDB , chegou atrás de Collor, Lula, Brizola, Mario Covas, Paulo Maluf e Afif Domingos.
    Muitos dos que viveram à sua sombra, usam seu nome até hoje, de quando em vez, tentando aplacar suas consciências de traíras.
    Os Deuses foram justos ao não permitirem que o herói Ulysses, que dorme encantado no fundo do mar, tivesse o desprazer de ver em torno do seu túmulo os que não foram fiéis a sua história.
    O povo saberá distinguir  os que o admiram e respeitam, dos que usufruem indevidamente da sua obra, com seus mal-feitos  e suas “fichas sujas”.
    Os episódios atuais envolvendo os Ministérios da República comprometem lamentavelmente filiados inocentes e muita gente honesta que ainda existem nos partidos políticos.

    O mais trágico e profundamente lamentável diz respeito ao Ministério do Trabalho e ao PDT. Eles não podem respingar na figura limpa e admirável de Leonel Brizola.
    Alguns áulicos, serviçais e mesmo felizardos por terem de alguma forma mantido contato pessoal com sua figura, não podem usá-lo como protetor de trambiqueiros, ladrões de pirulito, chopims de partido, gente sem modos, inconvenientes, e que a história conta que sempre se serviram do partido o PDT, impedindo o seu crescimento.    Brizola não merece ser citado nestes fatos que nada tem à ver com sua conduta pessoal e política.
 
Acorda Dilma !!!
Saudações Democráticas.

Nelson Jvlle deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Ninguém é Rei pro seu valet de chambre!": LHS era seu principal discípulo. Alguns até diziam que era seu braço direito.
O que diria o Sr. Diretas hoje?
Como seu túmulo é o imenso oceano, talvez isso explique a quantidade de tsunamis e ressacas que temos assistido nos ultimos anos... 

Um comentário:

Anônimo disse...

Dr Jaison, desculpe a falta de otimísmo, mas penas 1 correção:

"O povo NÃO saberá distinguir os que o admiram e respeitam, dos que usufruem indevidamente da sua obra, com seus mal-feitos e suas “fichas sujas”."

Barriga Verde