domingo, 22 de janeiro de 2012

Dia caliente no Riozinho

    A mais tradicional balada de música eletrônica do mundo, a Creamfields Brasil, que reuniu cerca de 18m mil pessoas no último sábado no Stage Music Park, ainda reverberava em Florianópolis nesta tarde de domingo.

      O conhecido after (balada pós-festa) bombou em várias praias da Ilha. No Campeche aconteceu em um terreno ao lado do Point do Riozinho onde acontece uma promoção da Skol. Embaixo de uma lona vermelha e de um sol inclemente a rapaziada "marchava" sem sair do lugar ao som de um bate-estaca que não mudava nunca.

    Coisa de louco mano!!!!
 
   Independente do after, a praia do Campeche estava lotada. No Riozinho tinha gente saido pelo ladrão. Na praia várias tribos disputavam o metro quadrado de areia branca de frente para a ilha do Campeche.

    Jovens, velhos, tatuados, bombados, magras, gordos e gordas, belas e feias transitavam, jogavam vôlei, bebiam e riam no espaço mais democrático do mundo: a praia. No estacionamento um DJ tocava música variada que embalava grupos de jovens que preguiçavam embaixo das árvores e no louge montado de frente para a ilha.

    Na Av. Campeche, em frente à festa, cinco PMs faziam a festa multando carros e motos estacionados em cima das calçadas.

- O valor da multa é igual para motos e carros (R$ 127,69), me falou o policial enquanto aplicava mais uma multa.

    Os moradores que transformaram seus pátios em estacionamento estavam felizes. Todos lotados a R$ 5,00 a hora.

   Em frente ao after quem fazia a festa era o Abel, proprietário do DuArte Bar e Restaurante. Estacionamento lotado, teve que pedir reforço no estoque de água mineral para atender o pessoal da tenda em frente.

Nenhum comentário: