quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Continua a farra do DETER

     Essa pedra já tinha sido cantada aqui no blog. O esquema é "normal" em véspera de campanha eleitoral.
     Agora os carros da Diretoria do DETER (Departamento de Transportes e Terminais de SC) são alugados, usam placas normais e sem qualquer identificação do serviço público. Em um deles o seu presidente transita por aí entre Florianópolis e Joinville com uma frequência de dar inveja ao transporte público. Sem identificação o senhor Sandro Silva vai a encontros políticos, reuniões de bairro e outras cositas mais. Tudo isso, é claro, em Joinville, e com diárias.
 
    Afinal ele está mais para candidato a prefeito de Joinville do que para Presidente do DETER, que só serve para ajudar na de sua campanha. Pelo menos os motoristas estão ganhando um pouco mais, pois levam o presidente todos os dias a Joinville e voltam. Dormem em casa e no dia seguinte viajam a Joinville e o trazem para o "trabalho". Ao final da tarde a mesma rotina. Viagem a Joinville e volta ... Que beleza!!   
 
    É lamentável que o Ministério Público não investigue essas aberrações e enquanto isso esses irresponsáveis se divertem as nossas custas, fazendo pouco caso da justiça. Parece que o Ministério Público só entra na parada quando os grandes da imprensa resolvem publicar. Como eles raramente publicam, porque dependem das verbas de governo, o cidadão vai sendo esbulhado.
 
    É duro de aguentar. Qualquer cidadão, que tenha um pouco de responsbilidade, presenciando estas coisas, sem perceber qualquer iniciativa das autoridades máximas, tem vontade de fazer justiça com as próprias mãos, pois a sensação de impotência é a pior das sensações. Criminosos investidos em cargos públicos, usando-os para seus próprios interesses enquanto discursam para a sociedade ignorante como se para ela estivessem trabalhando. E a sociedade acredita porque esse falso discurso vem através da grande mídia, não menos criminosa.
Fernando Calixto

2 comentários:

Anônimo disse...

Será que tem que sair na Veja ou no Jornal Nacional para que alguém faça alguma coisa. Será que o MP é movido a Grande Mídia e precisa de luzes. Talvez tenhamos que gastar do nosso bolso e filmar a safadeza para mostrar a esse falso jornalismo a pouca vergonha que encobriram por interesse. É desanimador para aqueles que trabalham de forma correta...

Anônimo disse...

O MP adora processar servidor motorista que vai para casa com ambulância, viatura, carro oficial.... para jantar durante o plantão. Mas peixe graúdo que aluga carro com dinheiro público e vai até para a praia com ele, inclusive divulgando que é seu, fica impune. Investigue-se o caso dos automóveis MHP 0605, e MDB 3811 ou 1138. Logo as prefeituras mais dotadas de receita vão alugar helicoptero para prefeito e aspones.