sexta-feira, 9 de março de 2012

Jornalista compara blogueiro ao nazista Goebbels

Do 247

Primeiro jornalista a divulgar que Paulo Henrique Amorim terá que pagar R$ 30 mil a Heraldo Pereira por tê-lo chamado de “negro de alma branca”, o âncora Fábio Pannunzio, da Bandeirantes, voltou a criticar o blogueiro do Conversa Afiada, e também apresentador da Record, em um novo artigo. Segundo Pannunzio, PHA se comporta como o nazista Joseph Goebbels

    Quem, então, é o verdadeiro PIG, PHA?
    PIG, de acordo com a Wikipedia, significa “Partido da Imprensa Golpista (comumente abreviado para PIG ou PiG) . É uma expressão usada por órgãos de imprensa e blogs políticos de orientação de esquerda para se referir a órgãos de imprensa e jornalistas por eles considerados tendenciosos, que se utilizariam do que chamam grande mídia como meio de propagar suas ideias e tentar desestabilizar governos de orientação política contrária”.
    PIG, na minha modesta maneira de ver as coisas, é uma expressão negativa, pejorativa, estigmatizante, com a qual o blogueiro Paulo Henrique e seus mujahidins achincalham todos os que não concordam com as bobagens que ele escreve. PIG, porco, é aquele que não se enquadra no maniqueísmo das categorias e das conveniências comerciais do blogueiro. É quem não se alinha ao neobolcheviquismo de araque de PHA. Leia mais. Beba na fonte.

Lila deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Jornalista compara blogueiro ao nazista Goebbels": No ano passado, Amorim criou uma polêmica por ter visto racismo – que nunca existiu – numa produção do cartunista Solda. Os ânimos se exaltaram, o jornal não quis arcar com a polêmica e simplesmente demitiu o cartunista.
É como uma postura macartista, presente em todas as correntes de pensamento que generalizam, que são adeptas do “denuncismo” escandaloso, que caçam o exemplo pra exibir em praça pública, que se arvoram em juízes e usam meia dúzia de conceitos rasos e palavras de ordem como medida do mundo – à esquerda, à direita, ao centro, em dimensões imaginárias, onde quer que seja. Mas uma hora desmoronam, às vezes, vítimas do próprio método. Ah, sim, e uma dúvida: trabalhar na Rede Record, que pertence à Igreja Universal do Reino de Deus, é prova de independência de pensamento e adesão a princípios democráticos, solidários, revolucionários...?
Abraços! 

2 comentários:

renato disse...

Será PHA um"branco de alma negra?Acho que sim.Com certeza ele é o melhor exemplo do PIC(Partido da Imprensa Comprada)que habita nas cloacas do Palácio do Planalto...

João Batista da Silva disse...

C.P.I DA PRIVATARIA TUCANA JA!!!!
C.P.I DO DMOSTENES DO DEMO JA!!!