sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Corrupção

O último prefeito eleito de Bogotá, Samuel Moreno, está preso após denúncias de corrupção, problema comum em toda a América Latina. É uma coisa cultural. Aqui na Colômbia, no Brasil, há um círculo vicioso de confiança de que a propagação do “se dar bem” nunca será punida. Esta busca do resultado a qualquer preço permite que gente questionável passe a fazer parte do bloco político, incluindo criminosos. Gente problemática disputa cada vez mais o poder. Acho que, na América Latina, a permissividade é maior por se tratar da região menos secularizada do mundo.

Aurelijus Rutenis Antanas Mockus Šivickas, matemático, filósofo e político colombiano. Prefeito por duas vêzes de Bogotá.


Anônimo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Corrupção":Trata-se de uma desculpa para indolência quanto à corrupção. A Austrália é bem mais nova e não com esses defeitos generalizados.

Nenhum comentário: