domingo, 5 de agosto de 2012

Sangue, suor e lágrimas...

Pintura de Willy Zumblick
    Por Marcos Bayer
    A realização do Seminário sobre os 100 anos do Contestado, semana passada, iniciativa do Ministério Público de Santa Catarina – MPSC e do Instituto Histórico e Geográfico, dão ao público mais uma oportunidade de conhecer parte da História do Irani, a região do Contestado.
    Afora os aspectos históricos, o que importa e transcende, são os sentimentos humanos, seus símbolos, crenças e conquistas.
    Numa guerra há perdas para os dois lados. Qualquer guerra. Quando Winston Churchill, em 1940, convocou o Império Britânico para o confronto europeu, ele sabia das consequências e por isto mesmo, repetiu o que Giuseppe Garibaldi e Theodore Roosevelt haviam bradado anos antes, em diferentes situações, na Itália em 1849 e na América do Norte em 1897: Blood, toil, tears and sweat.
    Depois a banda de rock cunhou Blood, sweat and tears.
    Na campanha política de 1998, passando por Santa Catarina inteira, observaram-se alguns caminhos, roteiros e santuários de diversas origens.
    O governador eleito, Esperidião Amin, orientou a criação dos Caminhos da Fé. Entre eles, o santuário de Madre Paulina, no vale do Rio Tijucas. Sob a representação do Padre Pedro Koehler a Igreja pediu e o Governo atendeu. Saíram os “pardais” que multavam sem parar na rodovia que vai de Tijucas até Nova Trento, foram instaladas torres de telefonia celular, fez-se a terraplenagem do terreno e outras providências.
    Em maio de 2002 a madre foi canonizada e, agora, Santa Paulina é santuário definitivo no turismo religioso em Santa Catarina. A economia local é outra agora, mais dinâmica.
    Lá na região do Irani, projeto neste sentido existe e foi apresentado no seminário. É possível dar anima ao local, criando uma via crucis pelos locais das batalhas. Há uma lei, também, neste sentido.
    O que poderia coroar a iniciativa do MPSC seria a cobrança e o convite ao governador atual para a sua execução. Há notícias, nos jornais de grande circulação, que chegaram os cinco bilhões de reais.
    Melhor começar a pagar aos que deram sangue, suor e lágrimas para a História desta terra Catarina.

Um comentário:

ateu capitalista!!! disse...

Canga, já que mencionaste o Ministério Público neste artigo, aproveito o gancho...

Ministério Público solicita arquivamento do inquérito sobre o desvio de peças de veículos da SSP
Documento será entregue na tarde desta sexta-feira pela promotora de justiça Márcia Arend
img Ana Carolina Vilela
@ND_Online
Florianópolis

DECEPÇÃO!!!DETALHE: PROMOTORA DA MORALIDADE ADMINISTATIVA!!!