quarta-feira, 28 de julho de 2010

Leitor se revolta com declaração de diretor de Educação

O que me deixa mais revoltado é ler um jornal e estar uma matéria como a que está publicada no Jornal de Santa Catarina na data de 20/07/2010, onde o Sr Antônio Elizio Pazeto que ocupa um Cargo Comissionado de Diretor de Educação Básica da Secretaria de Estado da Educação do Estado de Santa Catarina. Dá seguinte declaração, ¨O diretor afirma que as escolas da rede privada têm o privilégio de selecionar bons alunos e ricos, enquanto que o Estado tem o dever de atender a todos os estudantes, sem distinção de classe social¨ O que caracteriza puro preconceito.

Ele esqueceu de comentar que o material didático de uma escola Privada é de primeira qualidade, analisado pelo seu conteúdo e não pela propina oferecida pela editora ou representante do material. Pratica comum em nosso país. E que o principal motivo é a falta de Políticos comprometidos com a educação publica, principalmente na escolha dos materiais a qual descrevi acima, e não pela propina recebida por políticos, sercretarios e pessoas ligadas as Secretárias de Educação (Estados e Municípios) e se não ao Ministério da Educação (Federal).

Uma pessoa que dá uma declaração desta não deveria ocupar um cargo de tanta importância, gostaria de perguntar ao mesmo se é dessa forma que ele pensa dos alunos da rede publica, o que ele esta fazendo ocupando um cargo de Diretor na Secretaria de Educação de Santa Catarina, ou seja os ¨marginais, burros e pobres¨ a que ele se refere, deve dar um bom retorno financeiro a ele. Me refiro a estas palavras, pois foi isso que eu compreendi ao ler a seguinte frase ¨O diretor afirma que as escolas da rede privada têm o privilégio de selecionar bons alunos e ricos, enquanto que o Estado tem o dever de atender a todos os estudantes, sem distinção de classe social¨ . Tendo em vista que a boca fala o que o coração esta cheio este sr que é tão graduado deveria estar trabalhando em uma instituição privada e não publica.

O que me deixa mais admirado foi ao ver o currículo do Sr Antonio, uma pessoa graduada com um excelente histórico do ponto de vista apresentado no referido currículo (que consta abaixo da matéria do Jornal de Santa Catarina). ter dado uma declaração desta quero acreditar eu que foi um erro de digitação do editor do jornal. Pois tal declaração colocará por água abaixo todo o seu histórico de serviço. Pois se mostrou uma pessoa preconceituosa, sem capacitação para ocupar o cargo a qual foi convidado a participar. E que tendo ele a visão que teve deveria estar trabalhando para modifica-lá e não dando declarações como essa.

Estamos bem de funcionários em cargos comissionados, já não bastava a declaração do Delegado ref ao estupro de Florianópolis, agora mais essa. Estamos com um monte de analfabetos diplomados no poder, pessoas preconcituosas, movidas pelo dinheiro.
segue a Matéria do Jornal de Santa Catarina.
http://www.clicrbs.com.br/jsc/sc/impressa/4,186,2977044,15130

Aline Graziela deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Leitor se revolta com declarção de diretor de Educ...": Se os políticos e gestores públicos fossem obrigados a matricular seus filhos em escolas públicas, as coisas seriam bemmmmmmmmmm diferentes.

Nenhum comentário: