segunda-feira, 2 de abril de 2012

As lanchas de Ideli e Demóstenes estarão no mesmo noticiário


    Todo suspeito absolvido pelo companheiro Rui Falcão é culpado. Nesta sexta-feira, essa regra sem exceção deixou um pouco pior no retrato a ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti.
    “Ela não tem nada a ver com esses acontecimentos”, foi logo recitando o presidente nacional do PT.
    "Acontecimentos”, sabe-se agora, é o termo que agora designa, na novilíngua petista, a maracutaia que transformou o Ministério da Pesca em dono de 38 lanchas sem serventia.
    Para quem vê as coisas como as coisas são, os acontecimentos começaram em 2008, quando o então ministro Altemir Gregolin, indicado pelo PT de Santa Catarina, simulou uma licitação para comprar a frota fabricada pela também catarinense Intech Boating.
    Foram pelo ralo R$ 31 milhões, excluídas as propinas de praxe. Em 2010, um emissário do ministério solicitou ao dono da empresa, Antônio Galizio, que retribuísse a gentileza com a doação de R$ 150 mil à candidatura ao governo estadual de um berreiro à procura de uma ideia. Leia mais. Beba na fonte.

2 comentários:

Anônimo disse...

Canguita...
Fico imaginando nosso saudoso "Mosquito" soltando a manchete ----Ideli Corrupta.
Mas o que esperar desta ex-senadora decadente, ministra inapta e inábil, que seus pares insistem em manter como um bibelo do Planalto.
Este é o perfil de um partido político que se encastelou com práticas condenáveis.

Anônimo disse...

O PT é como uma puta de zona. Diz que não sabe, não viu e não ouviu. Pobres das putas, pelos menos exerciam suas profissões. Cobravam e davam algum prazer.

Saudações do Zeca Putanheiro.