terça-feira, 3 de abril de 2012

Sem conflitos

  Rio Grande do Sul vai ficar com Ilhas Malvinas
TANLEY, Ilhas Malvinas – Um possível conflito entre Argentina e Inglaterra está deixando o Presidente Tarso Genro de cabelo em pé. A eterna disputa pelas Ilhas Malvinas – Falkland Islands para os ingleses – requentada pelas comemorações de 30 anos do conflito obrigou o Rio Grande do Sul a tomar providências.
    - Ficamos sabendo que navios de guerra estariam vindo da Inglaterra para tomar posição em caso de ataque argentino. Não queremos bagunça aqui por perto – revelou Tarso.
    Com esta atitude o Rio Grande do Sul assume o papel de Estados Unidos da América latina. Como maior República e com potencial bélico suficiente pra estourar o mundo o RS toma parte na disputa. Para si próprio.

Futura The Bagualand Islands

    - Vamos acabar com essa palhaçada de ameaças pra cá, fofoquinha pra lá. A Argentina tá quebrada e o Euro não tem a mesma força. Isso significa que nem os hermanos  e muito menos os ingleses tem grana para bancar uma guerra – explica o Professor de Ciências Políticas da UFRGS Cláudio Miranda.
    O Exército Gaúcho confirmou o envio de tropas, cerca de 200 militares, que garantirão a paz dos moradores das Malvinas e resolverão o impasse diplomático envolvendo os dois países.
    O Governo Gaúcho anunciou que a primeira medida após a tomada das ilhas é a mudança de nome do local. The Bagualand Islands é o nome favorito na disputa.

2 comentários:

Anônimo disse...

Uni_vos turma dos pampas. É coisa para inglês ver. Tá fácil. Até o brasil superou a economia inglesa, mas brasil unido tchê!

Anônimo disse...

Ohhhhh rapazi, os gaunchos e os demais pampeiros (argentinos, uruguaios e paraguaios) não vão gastar energia com essa côsa não. Esse blend pampeiro não dá côsa boa não! O Brasil unido é a quinta economia do planeta, superou o reino unido, mas unido rapazes! Foco aqui. Gostei da sacanagem. Um abraço.