domingo, 8 de abril de 2012

As diárias e as mensalistas

    Em razão de três diárias pagas indevidamente, e ao que se sabe, já devolvidas pelo delegado Monteiro, do DEIC, houve uma movimentação medular com a exoneração do cargo que ocupava.

    Pode ter havido falta grave administrativa, pode ter havido crime tipificado na legislação penal, pode ter havido má fé e, também, pode ter havido armação contra o jovem policial.

    Haverá uma apuração interna, uma defesa judicial e uma decisão formal. Agora, o que não se pode ignorar é a incompetência do governo.

    Primeiro briga com os professores numa greve de 62 dias. Depois com os usuários do plano de saúde modificado ao sabor de outros interesses além das feridas. Agora, mexe com a classe policial e afasta um delegado que, aparentemente, sabia do seu ofício.

    Um governo que consegue em apenas 16 meses brigar com três classes fundamentais – professores, médicos e policiais – merece o prêmio magno da sensibilidade política e da governabilidade.

    Estas três categorias estão diretamente ligadas aos interesses diários dos cidadãos catarinenses. Uma ensina, outra cura, e, a terceira protege.

    O governo é de uma precisão cirúrgica no caso das três diárias de R$ 1,5 mil reais. E tem que ser. Só não sabemos se o é também em inúmeros casos similares e tão ilegais quanto este, se assim provado. De qualquer forma, as diárias provocaram a manifestação de mais de 25 mil pessoas, todas a favor do delegado exonerado.

    Agora, nos mensalistas, aqueles que recebem todos os meses alguma forma de vantagem, ninguém toca.

    Por outro lado, não podemos deixar de registrar, o anti-marketing deste governo. Ele consegue, magistralmente, desconfigurar uma imagem criada ainda na campanha eleitoral, que dizia: as pessoas em primeiro lugar. 
    Em primeiro lugar estão outras coisas. Ainda não sabemos quais.

Comentário: Deveriam dar uma olhada nas diárias pagas aos Diretores do DETER, especialmente do Presidente. Ganhou diária para viajar para casa, em Joinville. Agora ainda alugaram carros novinhos para poder viajar para casa com carros sem placa branca e utilizar em suas andânças políticas na Manchester Catarinense. Não vão abrir processo também??? em As diárias e as mensalistas.
L.A.

 Louco por Calcinhas deixou um novo comentário sobre a sua postagem "As diárias e as mensalistas": Canga, não foram só estas três classes (médicos, policiais e professores) que foram desrespeitados nestes primeiros 15 meses de Governo não. Servidores que no ano passado tiveram a garantia do Governo que teriam seus salários melhorados como os da PGE IPREV e SEA foram enganados. Desmandos e mais desmando rondam por aí, e com relação as diárias meu amigo, se for passado um pente fino garanto que a metade delas pagas, são irregulares, muitos ganham as mesmas chegam mais cedo em casa se escondem e não as devolvem, isso sem contar as que são ganhas para participarem de seminários congressos e outros eventos furados que nada agragam ao servidor ou ao Estado, só turismo e putaria mesmo. Essa é a nossa realidade, o Ministério Público não vê, tá omisso não fiscaliza e o Tribunal de Contas menos ainda. V E R G O N H A.  

4 comentários:

Anônimo disse...

DC de domingo: 3.875,00 para gastar com gasolina?

Léo disse...

Ainda não vi falta grave nenhuma. Até onde sei, as diárias são pagas antecipadamente (é lei). Se o servidor não viajar, basta devolver as diárias. Só! E outra: após a viagem, é necessária a prestação de contas. Houve esta prestação de contas de uma viagem que ele não fez? Aí seria falta, grave!

Anônimo disse...

Isso é característico dos governos democratas. O Governador Wilson Kleinnubing foi o pior em toda a história para os servidores públicos... Repete-se a história.

Louco por Calcinhas disse...

Canga, não foram só estas três classes (médicos, policiais e professores) que foram desrespeitados nestes primeiros 15 meses de Governo não. Servidores que no ano passado tiveram a garantia do Governo que teriam seus salários melhorados como os da PGE IPREV e SEA foram enganados. Desmandos e mais desmando rondam por aí, e com relação as diárias meu amigo, se for passado um pente fino garanto que a metade delas pagas, são irregulares, muitos ganham as mesmas chegam mais cedo em casa se escondem e não as devolvem, isso sem contar as que são ganhas para participarem de seminários congressos e outros eventos furados que nada agragam ao servidor ou ao Estado, só turismo e putaria mesmo. Essa é a nossa realidade, o Ministério Público não vê, tá omisso não fiscaliza e o Tribunal de Contas menos ainda. V E R G O N H A.