sábado, 28 de abril de 2012

Onde e como "eles" gastam o dinheiro que roubam do povo

Do blog do outro gato o Garotinho:


Sérgio Côrtes, Fernando Cavendish e Wilson Carlos dançando na boquinha da garrafa na maior galhofa em Paris
     Eu sei que as pessoas vão se revoltar, mas enquanto sofriam no trem, no metrô ou nas barcas lotadas sendo tratados como gado, ou então amargavam nas filas de uma UPA sem atendimento, Cabral e seus amigos viajavam pelo mundo em “vôos da alegria”, pagos com o dinheiro público, fazendo farras, esbanjando.

    Vou mostrar nesta postagem apenas as primeiras imagens para vocês terem noção do escândalo. Cabral seus amigos e secretários zombam do povo, das instituições, se comportam como uma dessas delegações de ditadores de republiqueta que vão para Paris torrar o dinheiro que roubam de seus países, e que se esbaldam, sem nenhuns modos pagando micos inacreditáveis depois de encherem a cara.


    Observem abaixo, em duas fotos tiradas dentro do restaurante do Hotel Ritz, de Paris, Sérgio Côrtes, Fernando Cavendish e o secretário Wilson Carlos, mais duas pessoas que não identifiquei com guardanapos amarrados na cabeça, embriagados, dançando a música da “Boquinha da Garrafa” (segundo o depoimento de quem me enviou o material), debochando, rindo às gargalhadas, escandalizando certamente os milionários que freqüentam o refinado ambiente, e ainda por cima causando uma péssima imagem dos brasileiros. É um deboche total!


Em clima da "boquinha da garrafa", Cabral e Cavendish dançam na porta do Hotel Ritz, enquanto os amigos caem na gargalhada
Se vocês pensam que viram alguma coisa isso não é nada. Ainda hoje vamos mostrar Fernando Cavendish abraçado com Régis Fichtner, em Paris, o homem designado por Cabral para investigar os contratos da Delta com o Estado. Mais tarde vocês vão ver o secretário Wilson Carlos, na Avenida Champs Elysées, em Paris, posando para uma foto junto a uma Ferrari de US$ 1 milhão. E amanhã vocês poderão ver o vídeo onde Cabral combina com Fernando Cavendish na mesa de um bar, a data do casamento do empresário. Até domingo vamos mostrar aqui no blog o quanto Cabral e seus secretários são perdulários, irresponsáveis, nababescos. Aguardem!

Isso é uma afronta, um verdadeiro registro vergonhoso e lamentável da política catarinense e brasileira. Infelizmente, são os próprios cidadãos que colocam esse tipo de pessoa nos postos do poder público. A política brasileira encontra-se completamente desacreditada e não se pode esperar nada para fazer deste país melhor a não ser da própria sociedade. Só os cidadãos de Santa Catarina podem reverter a barbárie típica do pior caudilhismo político que se vê por aqui, um estado que se julga e se vangloria ser "dos mais desenvolvidos do país". Contem outra... 


É claro que por aqui nada é diferente. Certamente os nossos dirigentes quando reunidos e embriagados fazem a mesma coisa. A teta é grande e sem ninguém grande a denunciar e a fiscalizar a coisa fica muito fácil...
Cosmonauta
Binho (Cleber Caetano) deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Onde e como "eles" gastam o dinheiro que roubam d...": Salve Canga!
De princípio eu fiquei, como se diz, "meio assim...": "Ora!" pensei "Corruptos, trabalhadores, ditadores, Satanás, Jesus... seja lá quem for, tem o direito de se divertir. Há sim uma denúncia grave nas fotos: a denuncia de um momento de alegria humana. Não se trata de um dossiê, ou uma mídia que comprove algo ilícito...". Pensei.

Mas, você Canga, sempre sagaz, no início do post, quando dá a fonte da notícia, faz, em uma frase simples, um post sobre o este "post denúncia" que tudo explica e que na primeira leitura não tinha percebido:

"Do blog do OUTRO GATO o Garotinho:" GENIAL!!!

4 comentários:

Anônimo disse...

É claro que por aqui nada é diferente. Certamente os nossos dirigentes quando reunidos e embriagados fazem a mesma coisa. A teta é grande e sem ninguém grande a denunciar e a fiscalizar a coisa fica muito fácil...

Anônimo disse...

Não acho que um cara,só por ser político,deva ser sizudo o tempo todo,com cara de poucos amigos. Atualmente,qualquer um pode viajar para o exterior, está bem barato e com pacotes promocionais. Vamos relaxar pessoal,desarmar o espírito faz bem à saúde.

Anônimo disse...

Denúncia:: DETER, o órgão mais sujo do estado, fez concurso em 2010 para 38 vagas. Nunca houve o preenchimento da totalidade das vagas, frutrando o direito de inúmeros candidatos que estudaram para lograr exito nesta prova. Hoje, 2 anos após e quase expirando o prazo do concurso, dos fiscais aprovados e chamados, cerca de 10 já abandonaram o barco e NUNCA houve reposição dos funcionários. Ou seja, fodam-se os honestos concursados que batalham para conseguir trabalhar num órgão público. Enquanto isso, sobram boquinhas aos amigos do presidente, terceirizados etc...
Mas a denúncia principal nem é essa, o que pega mesmo é que há boatos fortes, dentre fiscais, que o próprio presidente condiciona a realização de viagens (atribuição dos fiscais) e a consequente remuneração via diárias, à divisão entre ele presidente e o funcionário. De tal feita, caso o funcionário não aceite entrar no esquema, é colocado de lado e não mais escalado para os trabalhos de fiscalização que ensejem diárias. Denúncia ponta firme, pode correr atrás que vai descobrir.

cosmonauta disse...

Isso é uma afronta, um verdadeiro registro vergonhoso e lamentável da política catarinense e brasileira. Infelizmente, são os próprios cidadãos que colocam esse tipo de pessoa nos postos do poder público. A política brasileira encontra-se completamente desacreditada e não se pode esperar nada para fazer deste país melhor a não ser da própria sociedade. Só os cidadãos de Santa Catarina podem reverter a barbárie típica do pior caudilhismo político que se vê por aqui, um estado que se julga e se vangloria ser "dos mais desenvolvidos do país". Contem outra...