sexta-feira, 2 de outubro de 2015

A ponte do rio que cai!

ponte

    A recente enérgica reação do governador  Raimundo colombo sobre a denúncia do procurador  Diogo Ringenberg - do Tribunal de Contas de SC – de que já foram gastos mais de meio bilhão de reais na manutenção da Ponte Hercílio Luz e a recupeção até hoje não aconteceu, me remeteu a um assunto emblemático: O PMDB sempre gostou de pontes!

   Pontes para o futuro e pontes para o passado.

   A Ponte Pedro Ivo, a terceira construída em Florianópolis,  gerou um grande escândalo político/financeiro, no governo PMDB, com um superfaturamento que chegou à astronômica cifra, para a época, de 27 milhões de dólares.

   Agora na ponte Hercílio Luz, acontece um dreno de recursos públicos que, segundo o procurador Ringenberg, ultrapassa do R$ 500 milhões! Até o PSD, de Raimundo Colombo, por convivência política com o finado Luiz Henrique da Silveira, agregou o gosto pela causa e saiu em defesa do leite fornecido pelas tetas da velha senhora.

   Segundo o procurador Diogo Ringenberg, nos últimos 30 anos, desde a interdição em 1982, vem se mamando dinheiro com a falácia de restauração da Hercílio Luz.

   Na verdade, a “indústria” da restauração da ponte Hercílio Luz começou no primeiro governo do peemedebista Luiz Henrique da Silveira. Antes disso haviam ações de manutenção com jatos de areia.

   A indústria da ponte começa com o PMDB e se perpetua até hoje com o PSD de Raimundo Colombo.

ponte3

Luiz Henrique da Silveira, quando governador, espalhou out doors pela cidade louvando a “recuperação” da ponte. Mais um golpe do PMDB!

10 comentários:

Anônimo disse...

AINDA BEM QUE FOI O PROCURADOR DIOGO, POIS O PROCURADOR CHEFE ADERSON FLORES NÃO SERIA TÃO ENÉRGICO.

JORGE LOEFFLER .'. disse...


Conheço a Cidade de Floriano faz seguramente uns 40 anos. Costumo visitá-la sempre ao final da temporada de veraneio quando os preços melhor se ajustam ao meu bolso e principalmente por que a verdadeira nuvem de gafanhotos que a tomam de assalto no veraneio já debandou. Gosto da Praia dos Ingleses por que a Pousada Dunas é demasiado agradável e coberta de árvores frutíferas onde as frutas por não serem colhidas cobrem o chão. Mas o lugar que nela prefiro é Santo Antonio de Lisboa, primeira área ocupada e que faz frente para o continente. Lugar belíssimo em minha ótica. Ali se come um bom peixe e até mesmo os ditos frutos do mar que não como por que seu aspecto me provoca nojo. Já a ponte Hercílio Luz é um capítulo à parte, pois desde que conheço a Ilha conheço a ponte referida. Desde então observo eu a mesma está sempre sendo “recuperada”. Nunca busquei saber detalhes sobre as ditas reformas que para mim são obviamente uma maneira de desviar dinheiro dos contribuintes. Estranho o comportamento do Ministério Público de lá assim como de seus AGENTES que tanto gostam de brincar de ser POLÍCIA e até hoje não colocaram ninguém na cadeia pelos desvios que obviamente ocorreram e ocorrem na dita “recuperação” dessa ponte.

Anônimo disse...

Nenhum governo assume pelo bem da coletividade, pelo bem do povo, ou para melhorar as condições sociais deste.
Esse "grupos" que se revesam no poder, tanto aqui em Santa Catarina com em todo o Brasil visam sempre é locupletar-se em benefício próprio ou de suas "agremiações" (leia-se grupelhos). E para que isso aconteça é necessário "aparelhar" o Estado com as empresas dos "amigos" que financiam suas caras campanhas, e "criar", onde for possível, "vacas leiteiras" que lhe deem o retorno necessário as agruras do cargo que ocupam.
Assim é que feita a política, aqui em Santa Catarina e nesse imenso Brasil.
É por essas e outras que estamos literalmente "no buraco".

Anônimo disse...

Canga,

Certamente assim como eu já deves ter percebido que esta reação inesperada de tão pacífico governador, em defesa generosa de seus antecessores tem alguma relação com fonte de propina, caixa 2 e por aí vai. Tão chegando perto do ninho que é aquele DEINFRA.

Fernando disse...

O MPTC não tem nada ou pouquísso a ver com o MPSC, o tradicional MP, que todos vangloriam, mas que justamente como criticado, não fez nada a não ser apoiar todas as ações anteriores moralmente. Até desfile sobre a ponte com capa do DC se promoveu em defesa do DEINFRA.

O MPTC é moderno, novo, e merece todo o apoio justamente porque é especializado, restrito ao TCE.

O MPSC, o da CPI da ALESC, não pode ser jamais confundido ou misturado ao ao MPTC do Procurador Diogo Ringenberg, o que realmente faz o seu trabalho sem qualquer ingerência político-partidária.

Anônimo disse...

Fernando, antes de falar bobagem, foi o MPSC que descobriu as falcatruas da Ponte Pedro Ivo! A investigação feita pelo MPSC foi até matéria no Fantástico!

Anônimo disse...

Pois é. Mas quando o Governador assumiu, dizem que foi até o MPSC prometer reajuste salarial para os pobres coitados, que já ganham mal pelo que fazem, para poder governar em paz. Fez o que muitos fazem para garantir um governo sem maiores desfraldações.
O que ocorre é que SC é um estado pequeno e a Capital, cercada pelo mar, tem muitos tubarões pra alimentar, e daí necessitam deveras de acordos com muitos órgãos pra garantir o "pão nosso de cada dia" da turma toda. Além, logicamente, de muitas obras, obras de toda sorte, para garantir um quinhão em época de eleições.
Obras milionárias, quinhões milionários, e assim sucessivamente, em todos os escalões, seja federal, estadual e municipal. Nos estados, por meio das SDR'S já se fazia caixinha pra isso ou aquilo outro com dinheiro ou doações de empreiteiras para bancar uma série de coisas, seja aparelhos eletrônicos para fiscais de obras, seja dinheiro pra festas de final de ano, seja contribuições para sorteios de brindes.
Nos municípios a falcatrua é grande e generalizada. As coisas acontecem nas barbas do MPSC e ninguém faz o seu dever de casa. Ou é muita coisa pra se investigar e não tem funcionário ou há subserviência. Acredito mais no segundo porque gente pra trabalhar existe. Só falta organizar e compartilhar informações. Nos gabinetes, sempre lotados de gente, não podemos acreditar que falte serviço pra fazer.

Anônimo disse...

O salário dos magistrados e dos membros do Ministério Público é igual no Brasil inteiro, conforme a Constituição.
Existem vários comissionados das SDR´s que estão responde processos criminais e cíveis na justiça.
Gabinetes lotados? Cada Procurador de Justiça tem 5 funcionários; Cada Desembargador tem 8 funcionários; Na Alesc varia de 24 a 30 assessores. Na ALESC tem mais assessores do que um Ministro do Superior Tribunal de Justiça.
Não adianta atacar sem ter argumentos!

Anônimo disse...

Olha só o que o Fernando disse: http://www.clicrbs.com.br/especial/sc/floripatequerobem/19,0,3737162,Ministerio-Publico-vistoria-obras-na-Ponte-Hercilio-Luz-e-elabora-protocolo-de-intencoes.html

Fernando disse...

Reafirmo tudo o que eu disse acima. O post é sobre uma das três pontes, todas mal conservadas, uma interditada. A eficácia do MPSC, ou do Judiciário, quando acionado depois de anos de Inquéritos Civis e TACs do MP, é discutível. Tenho mais esperança na eficácia do MPTC e do TCE, de competência específica.

Será que as multas por descumprimento das inesgotáveis promessas, prazos, violações de TACs e etc. serão nos bolsos dos engenheiros ou serão cobradas do Estado, ou seja, do povo que paga impostos?

http://wp.clicrbs.com.br/visor/2015/10/06/acabou-o-prazo-para-a-manutencao-das-pontes-pedro-ivo-e-colombo-salles/?topo=67,2,18,,,67