segunda-feira, 16 de julho de 2012

O governo está falido!

   O secretário da Casa Civil, Derly da Anunciação, decretou a falência do governo!
    O gênio da gestão de Raimundo Colombo fez a gravíssima constatação durante a reunião de imersão realizada pelo governo que reuniu os 68 secretários de estado e diretores das empresas estatais, .
   Do alto da sua sabedoria Derly foi mais longe em sua profunda análise sobre a situação atual do governo:

- O governo está falido mas não por culpa dos governos anteriores. É apenas uma questão estrutural! Concluiu.

   Mas afinal quem instalou a estrutura do governo atual? Não foi o governador Luiz Henrique da Silveira? 
   Luiz Henrique fez, em seu governo, três reformas administrativas. A primeira foi a mais famosa quando criou as famigeradas Secretarias de Desenvolvimento Regionais, chamadas pelo atual governador de ¨cabides de emprego¨. As outras reformas determinaram a situação que está aí, imposta ao atual governante. 
   Derly participou ativamente destas reformas e é claro, não poderia admitir a falência dos planos do seu patrão Luiz Henrique.
   Este governo em vez de ficar ouvindo as besteira com infográficos do Derly, poderia ser mais prático e consultar a ¨copeira do IPREV¨que, segundo nota da coluna Visor do tablóide DC, acabou com o desperício de café nas garrafas térmicas e virou exemplo de gestão, segundo o governador. 

É o estado da piada pronta!

3 comentários:

Anônimo disse...

Sem esquentar com o Derly, que já tá prá lá de Marraquech, essa copeira é elemento estrátégico no discurso de "el gordon", o contador de histórias. É um exemplar conveniente das pessoas em primeiro lugar, que estão voltando, porque é época de eleição. E, como vc sabe, de Lages para cá (ou pra cá de Lages) não se faz mais eleição sem as pessoas em primeiro lugar. Onde andarão as outras?

Roberto Scalabrin disse...

Caro Canga. O Governo está falido de pessoas capazes. Essa coisa de colocar a política acima da técnica colocou de lado profissionais de carreira, que pelo sabiam fazer o feijão com arroz, para colocar parceiros políticos que sequer sabem abrir uma lata de azeitona. Ou são pessoas despreparadas para o exercício de funções públicas ou são aventureiros que não deram certo em suas próprias atividades particulares e vem bancar os especialistas com o dinheiro público. O governo está falindo o Governo, mas de profissionais. O caos é só consequência.

Anônimo disse...

A copeira, o motorista, a servente, enfim, todo cidadão comum sabe que, para não ter problemas financeiras, é só gastar menos do que se ganha, e não desperdicar o que se compra com tanto custo. Infelizmente, essa não é - nem nunca foi - a praxe em governo algum, nem no estadunidense, nem nos europeus, nem nos brasileiros, e muito menos nos demais latino-americanos.