segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

DEFENSOR INCONDICIONAL DE CUBA TEM SEU FILME PROIBIDO EM CUBA

Por Janer Cristaldo
A presidente Dilma Rousseff citou ontem, na Argentina, o regime de Cuba como exemplo de sua posição em relação aos direitos humanos. Questionada sobre a ditadura, disse que se deve protestar "contra todas as falhas que existam em relação aos direitos humanos em Cuba".

Ó, como são gentis os petistas! A ditadura cubana não comete crimes. Tem suas falhas, é claro. O Tarso Genro, por exemplo, jamais falou em crimes do stalinismo. No máximo, desvios do stalinismo. Você jamais ouvirá da boca de um petista a palavra crime, quando a discussão for sobre comunismo.

Falar nisso, a Folha de São Paulo publicou ontem reportagem do repórter americano Patrick Symmes, sobre como viver 30 dias na ilha com o salário de um jornalista cubano, isto é, 15 dólares. Sem falar que deixou de lado as despesas de aluguel de um imóvel vagabundo.
Leia tudo. Beba na fonte.

Um comentário:

Anônimo disse...

pra acreditar em jornalista norte americano e principalmente na folha de são paulo eu acho que o senhor deve começar a relinchar