segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

União da Ilha da Magia: Ignorância ou discurso político?

Quando repliquei aqui, denuncia publicada na coluna do Reinaldo Azevedo, que a Escola de Samba União da Ilha da Magia, de Florianóplis, estava fazendo apologia da ditadura da dinastia Castro, recebi uma série de comentários agressivos, anônimos é claro, pois covardes só se manifestam das sombras, me acusando de ignorância, de não saber como era Cuba e de não conhecer o país.
Pois bem, queridos anônimos, conheço Havana e conheço Cuba muito bem. Conheço a miséria material e humana por que passa o povo cubano. Conheço cubanos que foram presos e torturados por "crime de pensamento". A família Castro transformou uma revolução popular fantástica em uma ditadura cruel.
Agora vejam vocês Srs. leitores, a profundidade deste versinho do samba enredo da União:

Momentos de luta estão na memória
Fidel e Che fizeram história
Me levam na busca por um ideal
Que vai embalar, nosso carnaval!
Guerreiros unidos na Revolução
Pelo bem de uma Nação

 Talvez falte a esse pessoal um pouquinho de orientação. Querem fazer algo realmente revolucionário? Algo progressista? Defendam o povo cubano na busca da liberdade e não seus ditadores.

Abaixo alguns dados do paraiso da União publicados hoje na coluna do jornalista Moacir Pereira:
Cuba: fome, miséria, ditadura

O salário médio em Cuba é de US$ 20,00. Os médicos recebem US$ 30,00. Tem muita gente que vive com miseráveis US$ 10,00. Um intelectual não tem salário superior a US$ 15,00.
Sabem qual o valor das pensões dos aposentados? US$ 8,00.
A cesta básica é um atentado a sobrevivência. Um absurdo racionamento que não dá para ninguém viver com a família.
A produção de alimentos pelo Estado caiu 13% em 2010.
Carne, nem pensar! Proteínas? Um ovo a cada três dias.
Cuba é um país falido depois de 50 anos da ditadura de Fidel Castro. O povo não tem liberdade. Não tem alimento básico. Presos políticos apodrecem nas cadeias.
E a Escola de Samba União da Ilha da Magia ao invés de se solidarizar com o povo cubano – que merece respeito, liberdade, direito à felicidade – bajula o ditador em seu samba enredo. Com dinheiro do contribuinte.

3 comentários:

Edgar Síntese disse...

Olá caro blogueiro...talvez falte a você um pouco de informação e leitura. Mas enfim...uma minoria prefere levar as coisas sempre pelo lado direito e incentivar atitudes violentas como uma repressão ao tema...Se eu fosse esse pessoal da escola de samba, já teria feito um registro de denúncia de racismo contra estes veículos, blogs, pessoas que se manifestam de maneira indevida. pode dar a sua opinião, mas permitir que sejam feitos comentários violentos ou preconceituosos ou então escrever de tal maneira, mostra o quanto o jornalismo no Brasil está se acabando mesmo...todos querendo ser colunistas e colocando seus gostos pessoais acima da imparcialidade. Um absurdo! Maior que isso só defender o capitalismo mesmo.

Anônimo disse...

um atentado
esta escola de samba e paga porquem
a prefeitura vai dar dinheiro para eles
ministério publico não vai fazer nada
que absurdo
PAULO DUTRA

Maria Lucia disse...

Se tu acreditas que "A FAMÍLIA CASTRO TRANSFORMOU UMA REVOLUÇÃO POPULAR FANTÁSTICA EM UMA DITADURA CRUEL", como eu, então os versos estão certos! Estavam na busca de um ideal pelo bem de uma nação!
Citar como fonte Moacir Pereira...sei não... Desconfio dos dados dele. Serão comprovados por alguma fonte confiável?
Atenciosamente, Maria Lucia